Curiosidades Novidades

Carros pretos são proibidos de circular no Turcomenistão

Regra começou a valer por conta de superstição de presidente
Lada Riva (reprodução)

Se você acha algumas leis absurdas, como a proposta de CNH apenas para carro automático no Brasil (projeto de lei 7746/17), é porque ainda não viu essa que está em vigor no Turcomenistão. Acredite se quiser: em Ashgabat, capital do país localizado na Ásia Central, os carros pretos estão definitivamente proibidos de circular pelas ruas.

A proibição foi feita pelo presidente do país Gurbanguly Berdimukhamedov, sem qualquer tipo de aviso aos cidadãos. A parte mais cômica é que alguns proprietários nem sabiam de tal proibição e tiveram seus veículos rebocados, sem saberem o motivo disso.

Para liberar o carro, os proprietários ainda são surpreendidos no pátio com a notícia de que têm que assinar um documento no qual os obrigam a repintar seus veículos com a cor prata ou branca. Aliás, o branco é a cor preferida do presidente vitalício, tanto que na cidade de Ashgabat há muitos edifícios revestidos de mármore branco. Uma superstição um tanto quanto curiosa.

A parte dramática é que os preços para repintar os veículos dobraram desde que a proibição começou a vigorar. Segundo o site Chronicles of Turkmenistan, os valores passaram de U$ 500 (cerca de R$ 1,6 mil) para U$ 1.000 (R$ 3,2 mil) nas oficinas de pintura.

Detalhe que no país não há só a proibição de veículos pretos, como para modelos com películas de vidro escuras desde 2014.

Veja mais:

>> Projeto de lei prevê CNH apenas para carro automático

>> Valor do IPVA já pode ser consultado pela internet

>> Projeto de lei pode proibir estepe temporário

Sobre o autor

Diego Dias

Encontre peças e acessórios





Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva

Instagram