Destaque Novidades

Honda Fit 2018 ganha reestilização e ESP

Monovolume traz também nova versão para o público PcD
Honda Fit 2018 (divulgação)

A Honda apresentou nesta quinta-feira (14) o Fit 2018, que traz como novidade uma discreta reestilização visual, além de novos equipamentos e uma versão mais em conta equipada com câmbio CVT.

O novo Fit traz visual repaginado, composto pelo para-choque dianteiro remodelado, grade dianteira com maiores aberturas de ar, além de faróis com luzes diurnas de led — localizado na porção inferior do para-choque nas versões DX, LX e EX, e integrados aos faróis no EXL (que tem ainda faróis principais com iluminação full led).

Há ainda lanternas de led (agora com iluminação na porção das colunas) e para-choque traseiro ressaltado, já que o anterior não protegia a tampa do porta-malas em pequenas colisões de trânsito. Uma alteração de projeto bem-vinda.

Por dentro, as novidades são o ar-condicionado digital (que era oferecido na geração anterior) e a central multimídia com tela de 7 polegadas e suporte a Apple CarPlay e Android Auto. Entre os equipamentos, o Fit 2018 finalmente adota os controles de estabilidade e tração, além de assistente de partida em rampa em todas as versões e limpadores do para-brisa do tipo “flat blade”.

O motor 1.5 i-VTEC FlexOne de até 116 cv e 15,3 kgfm de torque permanece o mesmo, com opção de câmbio manual de cinco marchas ou automático CVT (com simulação de sete marchas nas versões EX e EXL).

Honda Fit 2018 (divulgação)

Por fim, o Fit ganha a nova versão Personal CVT, destinado a pessoas com deficiência (PcD). O monovolume traz também duas cores inéditas no catálogo de cores: o branco Estelar (perolizado) e o azul Boreal (metálico).

Abaixo, confira os equipamentos de cada versão do Fit 2018:

Fit DX 1.5 MT (R$ 58.700): a versão de entrada vem equipada com ar-condicionado, direção elétrica, vidros elétricos nas quatro portas, banco com regulagem de altura, volante com regulagem de altura e distância e lanternas de led.  Há ainda controles de estabilidade e tração, sistema Isofix de fixação de cadeirinhas infantis, rádio com Bluetooth e dois alto-falantes e assistente de partida em rampa.

Fit LX 1.5 CVT (R$ 70.100): soma os itens da DX, mais câmbio automático CVT, faróis de neblina, rodas de liga leve de 15 polegadas e sistema Ultra Seat no banco traseiro. Soma-se ao pacote o painel de instrumentos com iluminação azul e branco, rádio com quatro alto-falantes, volante multifuncional, alarme e travas elétricas e iluminação interna do porta-malas.

Fit EX 1.5 CVT (R$ 75.600): os itens da LX, mais luzes diurnas de led inferior, rodas de liga leve aro 16, airbags laterais, aletas para trocas de marchas atrás do volante, câmera de ré, ar-condicionado digital e função “um toque” para dos vidros elétricos da dianteiros.

Fit EXL 1.5 CVT (R$ 80.900): tudo da EX, mais faróis full led, luzes diurnas de led integradas aos faróis, seis airbags, setas nos retrovisores, bancos de couro e central multimídia com tela de 7 polegadas, GPS e compatibilidade com Apple CarPlay e Android Auto. A versão topo tem ainda volante com comandos para fazer ligações e retrovisores elétricos com rebatimento automático.

Fit Personal 1.5 CVT (R$ 68.700): a versão destinada ao público Pcd traz câmbio CVT, controlador de velocidade, repetidores de setas nos retrovisores, bancos traseiros bipartidos e rodas de 15 polegadas.

Veja mais:

>> Conceito Honda Urban EV aposta em visual retrô

>> Salão de Frankfurt: novo Duster é revelado por completo

>> Frankfurt: Audi RS 4 Avant ainda mais rápida na 4ª geração

Sobre o autor

Redação

Encontre peças e acessórios





Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva

Instagram