Avaliação Destaque Novidades

Testamos a nova Mercedes Classe X, uma picape de luxo

Modelo tem boa dirigibilidade e chegará no Brasil em 2019
Mercedes-Benz Classe X (Auto+)

As picapes médias já representam uma boa parcela entre os veículos vendidos no Brasil, emplacando, na média, cerca de 2.000 unidades por mês. E a Mercedes-Benz quer conquistar uma fatia desse mercado com sua nova Classe X, a primeira picape de sua história, que traz como diferencial uma proposta de luxo inédita entre as médias. E foi ela que o Auto+ avaliou em primeira mão.

Desenvolvida em parceria com a Renault-Nissan (das quais saíram a Alaskan e nova Frontier, respectivamente), a Mercedes Classe X traz visual que remete aos SUVs da marca, a exemplo da grade dianteira e faróis.

Mas uma de suas características mais marcantes é o comportamento da suspensão, que traz o mesmo eixo rígido com conjunto multibraços e molas helicoidais da Frontier. Porém, aqui vai um detalhe: a calibração é totalmente diferente, pois a Classe X quase não tem o tradicional sacolejar de uma picape. Pelo jeito, o toque da engenharia alemã fez a diferença.

Confirmada para o Brasil em 2019, a Classe X dividirá também com a Frontier o motor diesel 2.3 biturbo de 190 cv e 45,9 kgfm de torque. Mas haverá ainda um propulsor genuinamente Mercedes: um V6 3.0 turbodiesel de 258 cv. O preço? Você descobre na nossa avaliação, dê o play:

Veja mais:

>> Mercedes revela Classe X, sua primeira picape de luxo

>> Mais barata, Nissan Frontier ganha nova versão SE

>> VW Amarok Aventura Exclusive: 258 cv para peitar Classe X

>> Chevrolet S10 flex automática na avaliação do Auto+

Sobre o autor

Redação

Encontre peças e acessórios





Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva

Instagram