Curiosidades Destaque Novidades

Há 40 anos, Fiat lançava o 147 movido a etanol

Compacto foi o primeiro automóvel do mundo a rodar puramente com etanol
Fiat 147 etanol (divulgação)

Há exatos 40 anos, no dia 5 de julho de 1979 a Fiat apresentava o 147 movido a álcool, ou etanol como o combustível é chamado nos dias de hoje.

Com este lançamento, a Fiat se tornou pioneira a introduzir o etanol como combustível em um modelo produzido em larga escala. E para comprovar que a tecnologia foi e é inovadora, a Fiat guardou uma unidade do 147, que ainda roda em perfeitas condições.

Fiat 147 etanol (divulgação)

O modelo em questão foi vendido ao Ministério da Fazenda, de Brasília, mas atualmente está sob os cuidados da própria Fiat em Betim (MG). E o pequeno compacto ainda roda perfeitamente como se tivesse acabado de sair da concessionária.

Fiat 147 etanol (divulgação)

Segundo Robson Cotta, gerente de Engenharia Experimental da Fiat Chrysler Automóveis (FCA), “É emocionante ver esse carro de perto não só pela importância de ser realmente o primeiro Fiat 147 a etanol, mas também por estar funcionando perfeitamente com todos os elementos de época originais, como partida a frio e afogador, além de preservar a tampa vermelha do motor e a pintura original, com direito alguns toques de batida de porta”.

Fiat 147 etanol (divulgação)

O motor em questão do 147 movido a etanol é o 1.3 que entrega 62 cv – contra 61 cv do modelo equipado com motor a gasolina. A taxa de compressão também foi alterada: passou de 7,5:1 (gasolina) para 11,2:1 (etanol). O carburador também teve seu corpo modificado para lidar com a mistura mais rica entre ar e combustível. Com essa mudança, o consumo ficou 30% maior. Essa diferença ocorre até hoje nos carros flexíveis e dotados de injeção eletrônica.

Fiat 147 etanol (divulgação)

Mesmo sendo revolucionário, o Fiat 147 movido a etanol acabou perdendo espaço nos anos seguintes por conta das quedas nos preços da gasolina nas bombas de combustível. Em contrapartida, o preço da cana de açúcar – e do etanol – foi para as alturas, fazendo com que carros movidos a etanol, como o 147, ficassem pouco atrativos.

Fiat 147 etanol (divulgação)

E agora visando o futuro, a Fiat já está trabalhando em uma nova geração de motores que vão trabalhar com etanol e, que segundo a marca, eles produzirão 80% menos poluentes e terão 30% a mais de rendimento do que a gasolina.

Veja mais:

>> Fiat Toro 2020 ganha versão Endurance por R$ 92.990

>> Fiat Argo veste camisa da Seleção

>> Fiat Cronos ganha série especial na Argentina

Sobre o autor

Kleber Silva

Kleber Silva

Comente

Clique aqui para comentar

Encontre peças e acessórios





Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva

Instagram

Jocar