Curiosidades Destaque

5 carros que morreram no Brasil e (quase) ninguém sentiu falta

Vendas fracas e pouca atratividade fizeram com que esses cinco carros morressem rápido e quase ninguém notasse
carros
CAOA Chery Tiggo 3X [divulgação]

Sucesso pode ser medido de diversas maneiras: fama no caso de atores e atrizes, dinheiro para investidores na bolsa e vendas no caso dos carros. Mas e quando um modelo mal, é pouco lembrado e sai de linha rápido? Esse é o caso desses cinco carros que dificilmente alguém sente falta hoje em dia – exceto, claro, os que compraram algum deles.

Lifan 530

Lifan 530 [divulgação]
Lifan 530 [divulgação]
A Lifan por si só já é uma marca que poucos lembram e quase ninguém sente falta de seus carros. Mas o caso do 530 vai além. O único modelo da marca que fez sucesso foi o SUV compacto X60, que chegou a ser o carro chinês mais vendido do Brasil. Mas o que dizer de um sedã compacto desconhecido e que tinha unidades 2018 sendo vendidas em 2020 como 0 km?

Kia Rio

Kia Rio [divulgação]
Kia Rio [divulgação]
Promessa antiga da Kia, o Rio demorou tanto para ser vendido no Brasil que quando chegou, ninguém percebeu. Tinha motor de Hyundai HB20, mas o 1.6 aspirado, não o 1.0 turbo que todos desejavam. Além disso, o preço era mais alto que a média da categoria. Viveu à sombra do primo e saiu de linha sem que ninguém notasse.

Chevrolet Sonic

carros
Chevrolet Sonic [divulgação]
Em uma época em que a Chevrolet tinha Celta, Agile e Onix, o Sonic tentou se espremer como mais um compacto na linha GM abaixo do Astra e do Vectra. De todos os carros compactos da época, era o único importado e com motor pouco conhecido por aqui (e gastão). Quem ia na concessionária atrás de um Sonic, no fim, comprava um Onix, um Prisma ou um Cobalt.

SsangYong Tivoli

SsangYong Tivoli [divulgação]
SsangYong Tivoli [divulgação]
Segmento de SUVs compactos sempre foi muito disputado no Brasil e marcas coreanas tem boa fama por aqui. A Hyundai já nadava de braçadas com o Creta enquanto a Kia ensaiava trazer algo no segmento para cá. Foi a SsangYong em seu retorno ao Brasil pela segunda vez tentar conquistar o mercado com o Tivoli. Mas alguém lembra de algum dos carros da marca?

CAOA Chery Tiggo 3X

carros
CAOA Chery Tiggo 3X [divulgação]
Nascido a partir de uma reforma do Tiggo 2, que já era uma modificação do Celer, o CAOA Chery Tiggo 3X durou cerca de um ano no Brasil. Tinha um visual interessante, mas não agradou por dois motivos: acabamento ruim, mas principalmente o motor 1.0 turbo esquisito. Tinha apenas 102 cv, enquanto os rivais estão acima de 120 cv, além de torque de apenas 16,8 kgfm.

>>5 carros internacionais que têm esse visual só no Brasil

>>5 carros da Fiat que aproveitaram peças de outros Fiat

>>Stellantis lançará 16 novos carros até 2025 e reestilizará 28 modelos

Sobre o autor

João Brigato

7 Comentários

Clique aqui para comentar

    • Ah sim, claro. 16kgfm de torque é muito bom e 100 cv é melhor ainda
      Assim vc pode apreciar a traseira de todos os carros quando for ultrapassado que nem uma lesma

  • João Brigato vc é doido? Que análise chula e completamente desconexa da realidade, principalmente sobre o Tiggo 3x, ele não saiu de linha por ter um acabamento ruim, nem o Tiggo 2 tinha, e era junto com o Tiggo 5xno carro mais vendido da Caoa, ele saiu de linha pq já era um projeto cansado e a Caoa já tinha nos planos eletrificar os modelos mais modernos. Vamos ser menos sensacionalista, falar de carro sem buscar o mínimo conhecimento é só para gente ignorante.

  • Normalmente SUV’s são carros bem parecidos. Um pouco maior e plataforma de carro popular.
    Porém a China tem um proposta de descarte de modelos muito rápida, sem falar da cadeia de suprimentos.