Curiosidades Destaque

5 carros que passaram por uma reestilização de emergência

Quer seja porque o mercado os achou feios ou não gostou de algum detalhe, esses cinco carros passaram por uma plástica emergencial
carros
Subaru B9 Tribeca [divulgação]

Mesmo depois de muitas clínicas, pesquisas e até imagens divulgadas antes do lançamento, nem toda marca acerta no estilo dos carros de primeira. Prova disso é que algumas reestilizações de emergência já precisaram ser feitas pelas montadoras. É raro, mas acontece. Prova disso são esses cinco carros que já passaram pelo bisturi em caráter de urgência.

Honda Civic

Quando a nona geração do Honda Civic foi revelada ao mundo, a versão norte-americana havia passado por uma pequena simplificação em relação ao modelo brasileiro. E isso foi suficiente para os americanos exigirem à Honda uma reestilização de emergência. A traseira do Civic americano não tinha o prolongamento das lanternas do brasileiro e a frente era mais simples.

Durou somente um ano, até que em 2013 a Honda apresentou o Civic americano com novas lanternas traseiras que invadiam a tampa do porta-malas e grade frontal em V que só foi adotada no Brasil muito tempo depois. O para-choque também havia mudado. O Civic Cupê mudou pouco tempo depois, mas só para-choques e grade.

CAOA Chery Tiggo 7

Lançado em 2019, o CAOA Chery Tiggo 7 chegou um pouco atrasado no Brasil e teve que mudar pouco tempo depois. Lá na China, o modelo foi lançado em 2016 e chegou a ser exibido no Brasil como conceito no Salão do Automóvel. Porém, até o momento em que chegou ao nosso país, ele foi reestilizado duas vezes.

O problema aconteceu que o modelo brasileiro vinha com a parte inferior da carroceria pintada. Isso dava a impressão de um SUV velho que foi batido e passou por um funileiro de habilidades duvidosas. Prova disso é que a linha 2021 já trouxe o Tiggo 7 com as partes de baixo da carroceria em preto, como a grande maioria dos SUVs.

Fiat Palio

Quando a Fiat tinha apenas Uno, Palio e Stlio em linha, sua gama de hatches era bem estabelecida e havia espaço para todo mundo. Mas a chegada do Punto em 2007 bagunçou as coisas. Como encaixar um outro hatch compacto por aqui se o Palio havia ficado sofisticado demais? Simples, simplificar o Palio.

A reestilização de 2007 foi a mais profunda até então, com todos os painéis da carroceria mudados e visual inspirado no Punto. Mas a traseira caída não agradou ao público e a frente simples foi alvo de críticas. Tanto que o Palio Fire vendia bem mais. A solução veio em 2009 com a adoção do para-choque e faróis duplos do Siena, que mantinha a sofisticação de antes.

Chevrolet Camaro

Essa talvez tenha sido a reestilização de emergência mais fácil de ser feita de todas as apresentadas aqui, mas uma de efeitos mais fortes. Quando a sexta geração do Chevrolet Camaro completava três anos de mercado, a GM decidiu que era a hora de um tapa visual. Mas, ao invés de manter o estilo retrô, a marca decidiu fazer algo diferente.

O para-choque frontal ganhou uma área preta gigante que ligava a grade superior à inferior na versão SS. Junto a isso, o logotipo da Chevrolet foi para o lugar onde ficaria a placa. O desastre estava feito e o Camaro foi duramente criticado por seu visual desarmonioso. Durou da linha 2018 à 2020, quando a Chevrolet pintou o para-choque inteiro e colocou o logo no lugar certo.

Subaru Tribeca

Considerado até hoje como um dos SUVs mais feios da história, o Subaru B9 Tribeca durou apenas dois anos com esse nome e com a dianteira horrorosa. A grade dividida em três partes com a porção central invertida deixava ele com cara de aspirador de pó. A traseira com jeito de Hyundai dos anos 1990 também não ajudava em nada.

Por isso, a Subaru rapidamente precisou mudar o visual do SUV grande com um belo tapa no visual apenas dois anos depois do lançamento. Ele ganhou frente bem elegante e traseira harmoniosa. Foi com esse estilo que ele chegou ao Brasil, não antes de abandonar o B9 do nome, que não fazia o menor sentido.

>>5 carros que despertaram raiva dos fãs só por causa do nome

>>Os carros da Opel que a Chevrolet esqueceu de vender no Brasil

>>Mais 5 carros que fracassaram feio e foram esquecidos

Sobre o autor

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar