Novidades Serviço

A importância da revisão automotiva

Essas dicas ajudam o veículo a durar mais tempo
carro
(divulgação)

O CESVI – Centro de Experimentação e Segurança Viária – elaborou um pequeno guia com dicas sobre revisão automotiva. Uma das tarefas que deveriam ser mais corriqueiras e comuns a todos os motoristas, mas que por muitas vezes pode passar batido.

Além disso, existem muitos motoristas recém-habilitados que desconhecem dessas obrigações com o veículo. Pensando nisso, o CESVI listou algumas peças que os motoristas devem ficar atentos depois de rodar alguns bons quilômetros.

Revisão (divulgação)

“A revisão tem um papel essencial na vida útil do veículo, na segurança dos passageiros e de todos que estão no trânsito. Além disso, tem o papel de analisar e identificar possíveis degastes em itens do carro e das peças que precisam ser trocadas, garantindo também economia”, comenta Emerson Feliciano, gerente sênior de pesquisa e conteúdo do CESVI Brasil.

Segundo dados apurados pelo Denatran – Departamento Nacional de Trânsito – a frota nacional conta com nada menos do que 66 milhões de veículos leves. Isso quer dizer que,; entre eles, existem veículos 0 km, além de seminovos e outros mais antigos, que uma hora ou outra podem apresentar desgaste ou problemas mecânicos.

Revisão (divulgação)

Não existe data específica para que a revisão seja realizada. O ideal é sempre consultar o manual do proprietário e verificar a cada quantos quilômetros é necessário fazer uma revisão – tanto geral, quanto de algum item específico.

“Nas primeiras revisões ou até mesmo antes de pegar a estrada para qualquer distância, a dica é criar um check list rápido de peças que podem ser verificadas em qualquer oficina mecânica, como filtros de ar, óleo, combustível, pneus, freios e o sistema elétrico, faróis e lâmpadas”, explica Feliciano.

Revisão (divulgação)

Nestas revisões, sempre peça para verificar itens de maior importância como óleo de motor, filtros (de ar, do ar-condicionado e de combustível), pastilhas, lonas e discos de freio, alinhamento e balanceamento e os limpadores de para-brisas. Já na revisão dos 50 mil quilômetros o veículo precisa passar por uma inspeção mais minuciosa.

Para os veículos mais antigos e com alta quilometragem, o motorista deve aumentar a periodicidade da revisão e ficar atento ao óleo do motor. “O óleo tem um tempo de vida útil, seja por quilometragem ou validade, geralmente a cada seis meses. Contudo, é indicado que o condutor confirme essa informação no manual do seu carro, porque pode mudar de acordo com a montadora e modelo do veículo”.

Veja mais:

>> Ford apresenta o Puma: o SUV derivado do Fiesta

>> Kia revela o SUV Seltos na Índia

>> Jeep Renegade WSL: SUV de surfe

Sobre o autor

Kleber Silva

Kleber Silva

Comente

Clique aqui para comentar

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva