Destaque Moto+ Novidades

Ather 450X é scooter elétrica que seria perfeita para o Brasil

Com tela de LCD e autonomia de quase 150 km, a scooter elétrica indiana seria uma boa aposta para expandir a mobilidade elétrica no Brasil
Ather 450 X [divulgação]
Ather 450 X [divulgação]

A nova scooter elétrica Ather 450X foi apresentada na Índia. Atualizado, o modelo passou a ter uma maior autonomia e ficou mais potente em sua terceira geração. Sua fabricante, a Ather Energy, existe há quase 10 anos e produz também alguns carros elétricos no mercado indiano.

Dentre as novidades está a nova bateria com maior capacidade de carga. Antes equipada com um conjunto de 2,9 kWh, agora a Ather 450X tem agora 3,7 kWh de capacidade. Com isso, a autonomia subiu dos 116 km anteriores para os 146 km da nova geração da scooter. 

Este alcance, no entanto, varia de acordo com os modos de condução desejados. Ao todo, são cinco disponíveis: Warp, Sport, Ride, Smart Eco e Eco Mode. Cada um deles privilegia mais o desempenho ou a economia de bateria, de acordo com a necessidade do condutor.

Ather 450 X [divulgação]
Ather 450 X [divulgação]
Na hora de recarregar a scooter elétrica, o tempo necessário é menor do que o de um carro. No carregamento doméstico, são necessárias 5 horas e 40 minutos para atingir os 100% de carga. É possível carregar a bateria em eletropostos mais rápidos, que fornecem uma carga para rodar 15 km em apenas 10 minutos, de acordo com a fabricante.

E para movimentar os 111 kg da scooter, a Ather adicionou um pouco mais de potência. O motor elétrico entrega 8,4 cv (6,2 kW) e 2,6 kgfm de torque. Esses números são suficientes para levar a moto aos 80 km/h, atingindo metade dessa velocidade em 3,3 segundos. 

Ather 450 X [divulgação]
Ather 450 X [divulgação]
Por ser uma scooter, a Ather 450X conta com um bom bagageiro de 22 litros. Já o seu painel de LCD de sete polegadas é uma central multimídia, pois conta com navegação via Google Maps e pode até mesmo armazenar os documentos do proprietário.

Com todos esses atributos, o modelo indiano seria uma aposta interessante para o mercado brasileiro. Afinal, o segmento de scooters tem crescido no Brasil, e até mesmo os modelos elétricos têm aparecido mais, com marcas como Shineray e Voltz oferecendo uma gama cada vez mais completa. Infelizmente, não há nenhuma previsão de que a Ather 450X vá desembarcar por esses lados, mas não deixa de ser um modelo interessante para se manter no radar. Vai que algum empresário resolve trazer a marca para o Brasil.

Super Soco: a marca de motos que produz a Cu que você não conhecia

Brasil já tem 1ª scooter elétrica e modelo é nacional

Piaggio MP3, a scooter de três rodas, fica mais esportiva e potente

Sobre o autor

Leo Alves

Comente

Clique aqui para comentar