Destaque Novidades

Audi Amarok? Picape Audi baseada na Ford Ranger pode virar realidade

Depois que a Mercedes-Benz fracassou no segmento de picapes, Audi pode tentar com derivada de VW Amarok e Ford Ranger
Picape Audi [Uness Design]
Picape Audi [Uness Design]

Depois dos SUV, o próximo tipo de segmento da moda será o de picape. Os modelos de porte médio ganharão mais relevância e força no mercado, enquanto as intermediárias como Fiat Toro e Ford Maverick verão suas concorrentes triplicarem rapidamente. Prova desse crescimento é que até a Audi pensa em brigar com Ford Ranger e Volkswagen Amarok.

Talvez brigar com Amarok e Ranger seja um pouco exagerado, afinal, a Ford e a Volkswagen trabalharam juntas na nova geração das duas caminhonetes. Uma é derivada da outra e se a Audi resolver fazer uma picape para si, é mais do que óbvio que ela tomará como base a Amarok, que pertence ao mesmo grupo. A projeção do Uness Design ilustra bem como poderia ser.

“Eu não prometo que faremos [uma picape], mas é algo que estamos pensando. Na verdade, vamos apresentar algo. Não tão muito longe de agora, mas algo”, Markus Duesmann, CEO da Audi.

Durante a entrevista à revista Autocar, o CEO da Audi estava próximo ao da Bentley, Adian Hallmark, que em tom de brincadeira rapidamente respondeu: “eu não amaria ter isso [uma picape] no portfólio da Bentley”.

Volkswagen Amarok 2022 [divulgação]
Volkswagen Amarok 2023 [divulgação]

Volkswagen com toque Audi

No caso da Audi, é uma adição que faz sentido. O desenvolvimento já está pronto graças à Ford e Volkswagen no projeto de Amarok e Ranger. Além disso, a Audi sempre soube converter bem carros da VW em modelos de quatro argolas, escondendo toda sua origem e dando o acabamento digno de um carro de luxo.

Mercedes-Benz Classe X [divulgação]
Mercedes-Benz Classe X [divulgação]
Foi justamente esse o problema que fez a Mercedes-Benz fracassar enormemente com a Classe X. Ela pouco se diferenciava em relação à Frontier, tinha acabamento ótimo para um Nissan, mas muito inferior ao que se espera de um Mercedes. Além de os clientes da marca não quererem ver peças da marca japonesa na Classe X.

Componentes de Volkswagen em um Audi não somente são perdoáveis, como algo bem comum. Se a Audi acertar na receita, oferecer bom acabamento e motores potentes, as chances de sucesso são grandes. Afinal, o mercado tem comprado cada vez mais as versões mais luxuosas e equipadas das picapes médias.

Ford Ranger [divulgação]

E se não for a Amarok?

Outra possibilidade, que vai de encontro com a segunda frase de Duesmann, é que a Audi pode não usar a Amarok para fazer sua picape, mas tentar algo diferente. A plataforma modular MEB e a PPE da Porsche (também usada pela Audi) possibilitam a construção de qualquer tipo de carro elétrico.

Uma picape elétrica pouco maior que a Amarok poderia colocar a Audi contra Ford F-150 Lightning, Chevrolet Silverado EV, GMC Hummer e a futura RAM 1500 elétrica. Outra possibilidade seria uma picape média mesmo, para rivalizar com a Rivian R1T.

>>Volkswagen Amarok V6 é estradeira com rugas evidentes | Avaliação

>>A6 Avant e-tron Concept poderá ser a perua mais bonita da história

>>Audi A4 e A5 2022 ganham mais potência, mas perdem tração integral

Sobre o autor

João Brigato

Um comentário

Clique aqui para comentar

  • A Audi poderia usar a Atlas Tanoak mesmo, já que a VW a congelou. Uma Ranger da Audi ficaria muito jeca, geralmente o que as empresas evitam. Todos viram o que ocorreu com a Classe X que não conseguiu se misturar aos demais Mercedes e acabou sucumbindo em más vendas.