Destaque Novidades

BMW estuda produzir carros híbridos e elétricos em Araquari

Além do bom resultado e da liderança entre as premium, BMW estuda produzir eletrificados na unidade catarinense se houver demanda, diz CEO
BMW

A BMW comemorou os resultados de vendas no Brasil nos últimos meses, com uma confortável liderança entre as marcas premium. Respondendo por quase 40% das vendas entre os carros de luxo, a alemã viu suas vendas crescerem cerca de 30% em relação ao mesmo período do ano passado, motivo para celebração de acordo com Alexander Wehr, CEO da BMW Group na América Latina.

Em entrevista ao Automotive Business, o executivo destacou a maior participação histórica da BMW entre as marcas premium, mostrando que o investimento de US$ 1,5 bilhão feito nos últimos anos não foi em vão. Os aportes foram destinados principalmente para renovação de produtos, rede de concessionárias e na produção nacional em Araquari, em Santa Catarina.

Wehr acredita que o Brasil tem potencial para voltar a vender 3 milhões de unidades ao ano e a fábrica de Araquari, que recentemente completou sete anos de operação e 70 mil unidades produzidas, com chances de produzir ainda mais. Criada para atender demandas de até 36 mil unidades por ano, a fábrica atualmente produz Série 3, X1, X3 e X4 e opera aquém da sua capacidade.

BMW

O executivo destaca que a fábrica pode começar a exportar carros para os mercados vizinhos na América do Sul e que novos carros devem ser produzidos na fábrica. Dentro do plano global da BMW, até 2023 serão mais de 12 elétricos e foi confirmado pelo CEO que alguns deles podem ser produzidos aqui, se houver demanda. A fábrica de Araquari possui flexibilidade o suficiente para produzir elétricos e carros a combustão, nas falas do executivo.

Apesar da fala de Wehr, não se sabe quais desses modelos podem ser produzidos em Santa Catarina. Atualmente, com os carros que conhecemos, os mais interessantes para o país poderiam ser o elétrico i4, as versões híbridas do Série 3, o 330e, e o X5, na versão xDrive45e iPerformance. Além de confirmar a produção de novos modelos para o Brasil, a BMW ainda revelou que terá uma maior cooperação com o México, de onde deve importar novos modelos que serão produzidos na fábrica de San Luis Potosí, pagando menos IPI

Flagra: BMW Série 3 2023 já está pronto e não terá grade gigantesca

Toyota também não vai produzir carros e motores até fim do mês

Mini Cooper elétrico já é a versão mais vendida do hatch no Brasil

Sobre o autor

Redação

Comente

Clique aqui para comentar