Destaque Novidades

BMW iX entra no segmento de SUV elétricos com modelo exótico

Controverso em seu design, o BMW iX quer brigar com SUVs elétricos de peso como Tesla Model X, Mercedes-Benz EQC, Jaguar I-Pace e Audi e-tron
BMW iX Sport [divulgação]
[divulgação]

Desde que a Tesla abriu as portas para o segmento de SUVs elétricos de luxo com o Model X, todas as marcas parecem correr atrás do prejuízo. A primeira foi a Jaguar com o I-Pace, seguida pela Mercedes-Benz com o EQC e a Audi com o e-tron. Atrasada para a festa, a BMW estreia o exótico iX.

Primeiro SUV 100% elétrico da BMW não derivado de um modelo a combustão, como é o caso do iX3, o novo SUV ainda não está pronto para chegar às ruas. Apesar desse ser seu desenho final, o que certamente gerará muita polêmica, a BMW só vai começar sua produção em 2021.

BMW iX [divulgação]
BMW iX [divulgação]

Novo BMW de verdade

Ele traz uma plataforma totalmente nova, desenvolvida exclusivamente para modelos elétricos. Há de notar que a BMW direcionou o projeto do iX para o conforto, não para a esportividade como a maioria de seus carros.

Em termos de tamanho, ele se posiciona na faixa do X5 em comprimento, mas com altura de X6 e rodas do tamanho do X7. Outro ponto que é grande no BMW iX é a grade frontal. Controversa desde que surgiu no BMW Série 4, essa gigantesca grade frontal marca presença na dianteira e modela até o capô.

iX Sport [divulgação]
iX Sport [divulgação]
Evidenciando o lado elétrico, o SUV tem detalhes em azul (opcionais) na dianteira, lateral e traseira. O perfil é mais robusto, com carroceria volumosa, linha de cintura baixa e para-lamas bem destacados.

A traseira traz um quê de Audi ao colocar as lanternas inteiramente na tampa do porta-malas. O desenho, por sua vez, é genérico, pois é apenas uma barra luminosa. O para-choque tem área em preto generosa que dá destaque para os extratores de ar.

[divulgação]
[divulgação]
Por dentro a BMW quis apostar no luxo. Comandos dos bancos são feitos em material transparente e há muito tecido e couro por todos os cantos. Não há maçanetas, apenas um botão que faz a abertura da porta.

O volante também é exótico, com aro sextavado e área interna pequena. Já o desenho da central multimídia integrada ao painel de instrumentos totalmente digital é um claro aceno ao design inaugurado pela Mercedes-Benz.

[divulgação]
[divulgação]

Promessas a serem cumpridas

A motorização 100% elétrica não foi detalhada pela BMW, mas a marca promete mais de 500 cv graças ao par de motores. De 0 a 100 km/h, o BMW iX cumprirá em menos de 5 segundos, promete a marca.

Já na autonomia, a BMW promete mais de 600 km com uma carga completa. Isso tornaria ele o SUV elétrico com a maior autonomia atualmente disponível no mercado mundial.

>>Porsche Taycan, mesmo elétrico, é um esportivo absurdo; Impressões

>>Impressões: e-tron Sportback é elétrico por acaso e Audi por completo

>>BMW 530e chega ao Brasil com abertura por iPhone

Sobre o autor

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar