Destaque Novidades

Cadillac Celestiq é tão esquisito quanto impressionante e luxuoso

General Motors não quer mais que a Cadillac viva à sombra das marcas alemãs e quer que ela volte a ser o puro luxo americano
Cadillac Celestiq [divulgação]
Cadillac Celestiq [divulgação]

Em um passado não muito distante, o símbolo de luxo entre as marcas de automóveis não era BMW, Mercedes-Benz e Audi, mas sim Cadillac. Lá nos EUA, sempre costumam dizer que quando algo é muito bom, é o Cadillac daquilo. Mas de uns anos para cá, a marca de luxo da General Motors ficou à sombra das alemãs, mas isso vai mudar com o Cadillac Celestiq.

De olho na eletrificação pesada, a Cadillac prepara uma nova leva de modelos que finalmente voltarão a ter nomes normais, mas apostarão em um estilo bem ousado. O Celestiq é prova disso: apresentado como conceito, ele é totalmente diferente do que se espera de um Cadillac, em uma estranheza que seria comum em um Citroën, mas ainda assim impressionante.

A Cadillac não revelou as medidas do modelo, mas é esperado que ele passe dos 5 metros de comprimento para brigar com Mercedes-Benz Classe S, BMW Série 7 e Audi A8. Só que ao invés de ser um sedã, ele é algo entre um cupê e uma perua e descrito como “a pura expressão da Cadillac”, pela gerente de design da marca, Magalie Debellis.

Cadillac Celestiq [divulgação]
Cadillac Celestiq [divulgação]

Na faca

A dianteira é marcada pela gigantesca grade frontal filetada, acompanhada por um friso cromado que replica o estilo de um farol. Até porque a iluminação de fato está na vertical no para-choque, junto a uma entrada de ar. As linhas da carroceria são limpas e fluidas, com vincos pouco marcados, mas superfícies musculosas.

A traseira tem vidro bem inclinado, que dá ao Cadillac Celestiq um perfil diferente do comum nas ruas. A traseira é bem arrebitada, com a parte central onde está o logo em relevo, enquanto o para-choque fica para dentro. A lanterna é um grande L na coluna e que invade a lateral, sendo acompanhada por um friso de LED no para-choque – ousado é pouco para ele.

Cadillac Celestiq [divulgação]
Cadillac Celestiq [divulgação]
Como luxo é a palavra de ordem nesse novo Cadillac elétrico, o interior tem mimos. O teto solar, por exemplo, é dividido em quatro partes nas quais cada passageiro pode controlar a quantidade de luz que passa pelo vidro por um comando eletrônico. Os passageiros traseiros possuem telas de entretenimento individuais e uma terceira tela de comando entre os bancos.

Na dianteira, o Cadillac Celestiq traz uma enorme tela que integra o painel de instrumentos, a central multimídia e uma terceira tela para o passageiro. Quem se senta ao lado do motorista tem uma película de privacidade que permite assistir a filmes e não atrapalhar o condutor. Há mais duas telas, uma em cada porta, para as imagens do retrovisor e mais uma tela no centro do painel para controlar o ar-condicionado.

Cadillac Celestiq [divulgação]
Cadillac Celestiq [divulgação]
A General Motors não revelou especificações mecânicas sobre o Cadillac Celestiq, que foi revelado apenas como conceito por enquanto. Contudo, como o Lyriq conceitual era 99% do modelo de produção, o mesmo deve acontecer com o modelo topo de linha da marca norte-americana.

>>BYD Han é o maior tapa na cara de um carro no Brasil | Avaliação

>>Elvis e o Cadillac rosa: relembre a história do carro do Rei do Rock

>>Cadillac Escalade-V tem a potência de seis Chevrolet Onix turbo juntos

Sobre o autor

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva