Destaque Novidades

Impressões: JAC passa VW e lança 1º caminhão elétrico do Brasil

JAC iEV1200T é a alternativa ecologicamente correta e urbana para quem quer um caminhão 100% elétrico para dispensar o diesel definitivamente
JAC iEV1200T [divulgação]
JAC iEV1200T [divulgação]

Na corrida pela eletrificação, a JAC parece ter saído na frente. Além de ter sido a primeira marca generalista a vender carros 100% elétricos no Brasil, a fabricante de origem chinesa também é a pioneira no segmento de trabalho eletrificado, como prova o recente lançamento da picape elétrica iEV330P e do caminhão elétrico iEV1200T.

Saindo à frente da Volkswagen, que prometia o eDelivery para esse ano, o JAC iEv1200T é o primeiro caminhão de uso urbano movido 100% a eletricidade. Ao contrário do rival da Volks, o modelo da JAC não possui uma variante movida a diesel, sendo vendido somente com motorização elétrica. Além disso, ele é o maior caminhão da JAC disponível no Brasil.

JAC iEV1200T [divulgação]
JAC iEV1200T [divulgação]
Custando a partir de R$ 349.900, ele será a primeira investida da marca chinesa no segmento de transporte de cargas com modelos elétricos. Haverá ainda futuramente versões do iEV1200T com maior capacidade de carga, ainda voltadas para uso urbano. Segundo a JAC, mais de 30 unidades já foram encomendadas por empresas.

Agilidade urbana

Este que vos escreve nunca havia dirigido um caminhão na vida, por isso as impressões ao dirigir não possuem tanto referencial assim na categoria. Mas é interessante notar o quão o motor elétrico do iEV1200T o aproximou de um carro. Com 177 cv e 122,4 kgfm de torque, ele tem a agilidade de um carro nas retomadas e acelerações.

JAC iEV1200T [divulgação]
JAC iEV1200T [divulgação]
O silêncio a bordo só não é pleno pois a bomba de ar do sistema de freio faz um certo barulho quando o caminhão elétrico da JAC está rodando a baixas velocidades. Com isso, há uma certa proximidade com seus rivais movidos a diesel e também um auxilio aos pedestres para que ouçam que um veículo desse porte está chegando.

O sistema de freio é bastante sensível, com uma área morta antes de realmente entrar em ação com força. Muita força, aliás. Para quem não está acostumado, é necessário um pouco mais de delicadeza do que nos freios de um hatch compacto. Afinal, o iEV1200T precisa lidar com PBT de até 7.490 kg. A direção tem assistência eletro-hidráulica, mas a atuação leve.

JAC iEV1200T [divulgação]
JAC iEV1200T [divulgação]
Com 5,99 m de comprimento, 2,16 m de largura e 2,32 m de altura, ele se encaixa em ruas estreitas e em ambientes urbanos mais caóticos. Além disso, o caminhão elétrico da JAC possui diversos espelhos que ajudam na hora das manobras e de lidar com trânsito mais pesado.

Na prática, se não fosse pelo fato de estar sentado sobre o eixo dianteiro, pelo para-brisa extremamente reto e pelo volante deitado, nem pareceria estar dirigindo algo maior que uma picape média.

Trabalho bruto

Segundo a marca chinesa, seu caminhão elétrico é capaz de rodar 200 km com carga completa. Com velocidade máxima limitada a 90 km/h, fica clara que sua vocação é no uso urbano, evidenciado pelo fato de que ele pode ser dirigido com carteira de habilitação B, a mais comum e usada para carros.

JAC iEV1200T [divulgação]
JAC iEV1200T [divulgação]
Por isso, a JAC aposta que o iEV1200T será comumente visto trabalhando como guincho, lixeiro, frigorífico e outros tipos de aplicações destinadas a caminhões de uso na cidade, mas que necessitam de algo maior que uma picape ou que um VUC, como o modelo diesel já oferecido pela marca no Brasil.

A qualidade de construção deixa a desejar. Apesar de aparentar robustez ao rodar, o caminhão elétrico da JAC é bastante barulhento. Em buracos, é perceptível o quanto a cabine flexiona e faz barulho. Por dentro, apesar dos plásticos duros por todos os lados, como era esperado em um veículo de trabalho, não há barulhos provenientes dessa área.

JAC iEV1200T [divulgação]
JAC iEV1200T [divulgação]
A JAC equipou o iEV1200T com uma central multimídia grande com tela vertical, no melhor estilo Tesla. O modelo testado ainda não tinha a versão atualizada do sistema, que ainda contava com gráficos e aplicações em chinês. O modelo brasileiro terá central Android com diversos recursos. Além disso, o painel de instrumentos será atualizado com traduções.

Faz falta um marcador de autonomia total, problema compartilhado com sua irmã picape iEV330P. O caminhão elétrico da JAC marca apenas o percentual de bateria disponível, necessitando que o motorista exercite a matemática para poder saber se chegará ao destino programado.

Veredicto

Primeira fabricante atuante no Brasil a trazer um caminhão elétrico de uso urbano, a JAC sai à frente de suas rivais. A marca aposta que seu grande ganha-pão nos próximos anos será o iEV1200T por conta da inovação e da necessidade de diversas empresas em limpar suas frotas e diminuir a poluição. Resta saber se os motoristas mais tradicionais aceitarão tamanha inovação.

>>Peugeot 3008 e 208 elétrico viram viaturas da Polícia no Reino Unido

>>Uber quer que todos os carros usados em viagens sejam elétricos

>>Em 15 dias, GM vende 15 mil elétricos de R$ 23 mil na China

Sobre o autor

João Brigato

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar