Destaque Novidades

Caminhonete Kandi K32: maior que S10 com metade da potência do Mobi

Uma caminhonete com 5,43 metros de comprimento, mas menos da metade da potência de um Fiat Mobi ou de um Renault Kwid
Caminhonete
Kandi K32 [divulgação]

Enquanto o foco do mercado norte-americano está voltado para as picapes grandes elétricas, as médias vão começando a engatinhar nessa categoria. A pioneira Rivian R1T ainda não tem concorrentes, mas isso não quer dizer que marcas como a chinesa Kandi não possam se arriscar com um modelo com potência que é metade de um Fiat Mobi e de um Renault Kwid.

A Kandi K32 é a primeira picape da marca chinesa, primeira a vender carros nos EUA. Contudo, ela não pode ser dirigida nas ruas. É que por trás dessa cara de picape média inspirada na Ford Ranger, está a estrutura de um UTV elétrico. Isso faz com que ela só possa ser usada em fazendas ou ambientes não públicos.

Isso acaba por ser uma vantagem para a caminhonete elétrica chinesa. Afinal, com apenas 29 cv, ela tem menos da metade do que os motores 1.0 aspirados de Renault Kwid (70 cv) e Fiat Mobi (75 cv) entregam. Tamanha falta de força só é capaz de levar a picape aos 105 km/h e o tempo que isso demora nem foi divulgado pela Kandi.

Caminhonete
Kandi K32 [divulgação]
A caminhonete será oferecida em duas versões nos EUA. Uma com 97 km de autonomia e baterias de 20,7 kWh. Enquanto a de baterias de 50 kWh é capaz de rodar até 241 km. Segundo a marca, a K32 demora até 7,5 horas para carregar em uma tomada de 220V.

Outros tempos

Visualmente ela entrega ser um carro de origem chinesa mais simples. As peças de acabamento das imagens de divulgação já aparentam ser desalinhadas e o interior é datado. O estilo faz lembrar os Hyundai de 2010 com console em Y e elementos prata contrastando com preto e caramelo. Há uma central multimídia de 10 polegadas no estilo vertical.

Caminhonete
Kandi K32 [divulgação]
Visualmente ela traz pneus pequenos e suspensão generosamente elevada. Algumas versões contam com entradas de ar no capô para dar um visual mais agressivo – algo desnecessário em um carro elétrico. Grade frontal toda preta é conectada aos faróis. Na traseira, lanternas grandes e ganchos para fixação na lateral da caçamba marcam o visual.

>>Great Wall revela picape intermediária entre RAM 1500 e Chevrolet S10

>>Chevrolet Silverado chega ao Brasil em 2022 com motores diesel e V8

>>Ford Maverick estreia custando mais que Ranger e Toro na Argentina

Sobre o autor

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar