Curiosidades Destaque Novidades

Dez carros baratos que te farão parecer rico

Se você quer parecer que pagou caro em um carro, mas economizou um bom trocado, uma lista de dez carros baratos que causarão esse efeito
Hyundai Azera [divulgação]
Hyundai Azera [divulgação]

Muitos brasileiros preferem comprar um carro usado bem rodado do que ter de apelar para um subcompacto de entrada. Por isso, reunimos nessa lista dez carros baratos que farão com que você pareça rico. Todos os modelos selecionados custam até R$ 30 mil, menos que o carro mais barato do Brasil, o Renault Kwid Life 0 km.

Há vantagens e desvantagens neste processo, como ter um carro que aparenta ser mais caro que o hatch de entrada idêntico ao usado pelas locadoras. O revés é ter de arcar com eventuais despesas de manutenção que serão mais custosas que as de um modelo popular. Além disso, o usado de luxo provavelmente terá alguns quilômetros e anos acumulados.

Hyundai Azera

Desejado no mercado de usados, o Hyundai Azera era comumente utilizado como referência de preço para novos lançamentos pelos comentaristas da internet. Não era incomum a frase “com esse preço dá para comprar um Azera usado” nas redes sociais a cada novo lançamento.

Por menos de R$ 30 mil, é possível levar o um Hyundai Azera com até dez anos de uso equipado com motor 3.3 V6 gasolina de 246 cv e 31 kgfm de torque. O visual está um pouco cansado já sente o peso tempo, mas ainda impõe como um sedã elegante e que aparenta custar pelo menos o dobro do que de fato vale no mercado.

Volkswagen Passat [divulgação]
Volkswagen Passat [divulgação]
Volkswagen Passat

Se a sua pegada é mais esportiva e menos careta que o Azera, o Volkswagen Passat pode ser uma boa alternativa como um carro barato que o fará parecer rico. Por menos de R$ 30 mil está disponível apenas modelos importados até 2009, sendo o mais recente de duas gerações atrás do modelo que recentemente deixou de ser vendido no Brasil.

O Passat dessa época é equipado com motor 2.0 TFSI quatro cilindros turbo de 200 cv e 28,4 kgfm de torque atrelado a um câmbio DSG de dupla embreagem com seis marchas. O conjunto é bastante semelhante ao usado por outros Volkswagen e Audi da época, o que facilita a reposição de peças.

Land Rover Freelander [divulgação]
Land Rover Freelander [divulgação]
Land Rover Freelander

Se estiver procurando um SUV com o refinamento dos modelos ingleses da Land Rover, o mais barato da turma será o Freelander. Os modelos 2006 são parte da reestilização da primeira geração, a qual ganhou interior mais sofisticado e visual remodelado. São carros raros de serem achados, de manutenção cara, mas robustos o suficiente até para o off-road pesado.

Nessa época, o Freelander era vendido somente com motor 2.5 V6 de 177 cv e 24,5 kgfm de torque atrelado a uma transmissão automática de cinco marchas. Na linha sucessora da Land Rover, o Freelander foi substituído pelo Discovery Sport, que hoje custa quase dez vezes mais que esse exemplar usado.

Mercedes-Benz Classe B [divulgação]
Mercedes-Benz Classe B [divulgação]
Mercedes-Benz Classe B

Se é fã de carros familiares baratos, mas não quer abrir mão do luxo, o Mercedes-Benz Classe B é uma boa alternativa. Por menos de R$ 30 mil, é possível encontrar modelos 2008 da versão B200 equipada com motor 2.0 turbo de 193 cv e 28,5 kgfm de torque – bons números para um carro familiar.

O Classe B também trazia versões B170 e B180, mais baratas que a B200 e, consequentemente, mais baratas. Mas elas são menos fáceis de serem encontradas, mas com a vantagem de terem ano/modelo menor que a versão turbinada.

Dodge Journey [divulgação]
Dodge Journey [divulgação]
Dodge Journey

Apesar de ainda raros na faixa abaixo dos R$ 30 mil, o Dodge Journey já está entrando na zona dos carros baratos. Os modelos 2010, primeiro ano em que foi importado para o Brasil, já custam abaixo dessa cifra nas versões de entrada SE e SXT.

Apesar do acabamento ruim dos primeiros Journey, o modelo carrega sete pessoas com relativo conforto e tem visual praticamente igual ao modelo 0 km vendido até o ano passado. O motor 2.7 V6 de 185 cv e 26,1 kgfm de torque é um ávido frequentador de postos de combustível.

Citroën Grand C4 Picasso [divulgação]
Citroën Grand C4 Picasso [divulgação]
Citroën Grand C4 Picasso

Ainda na pegada famíliar e com espaço para sete pessoas, a Citroën Grand C4 Picasso parece atual até hoje. Mesmo que as unidades que se encaixem abaixo dos R$ 30 mil sejam, no máximo, 2011. A versão de cinco lugares também está na lista de carros baratos que te fazem parecer rico, além disso, ela é mais fácil de ser encontrada que a Grand, C4 Picasso por outro lado carrega menos gente.

E vale lembrar que ela tem uma geladeira no console central. Com motor 2.0 quatro cilindros aspirado de 143 cv e 20,4 kgfm de torque, ela compartilha com diversos modelos da Peugeot e da Citroën o mesmo conjunto mecânico. Isso inclui o problemático câmbio AL4 automático de apenas quatro marchas.

Audi A4 [divulgação]
Audi A4 [divulgação]
Audi A4

Por ser um modelo de luxo, o Audi A4 dessa lista é, inevitavelmente, mais velho que seu irmão de plataforma, o Volkswagen Passat. Para se encaixar na faixa até R$ 30 mil, é possível optar pelos A4 de terceira geração até 2006 ou pelos modelos de segunda geração dos anos anteriores.

Independentemente da escolha, os modelos dessa época trazem motor 1.8 quatro cilindros turbo de 163 cv e 23 kgfm de torque atrelados a uma transmissão automática do tipo CVT com seis marchas, criticada por seu desempenho aquém do esperado para um motor com boa potência.

BMW Série 3 [divulgação]
BMW Série 3 [divulgação]
BMW Série 3

O ditado popular diz que “não há nada mais caro que um BMW barato”, quase como um alerta aos não acostumados com os custos de reparação de um modelo de luxo. Afinal, se os Série 3 de 2004 hoje custam menos de R$ 30 mil, no passado já foram carros de mais de R$ 100 mil e seus custos de manutenção se mantém no patamar de outrora.

Modelo mais velho da lista, o 320i da época traz motor 2.2 seis cilindros em linha com 170 cv e 21,4 kgfm de torque ligado a uma transmissão automática de cinco marchas. É o único carro da lista com tração traseira e tem grande potencial de preparação para as pistas, além de diversas peças de reposição dentro e fora do Brasil.

Honda Accord [divulgação]
Honda Accord [divulgação]
Honda Accord

Sedã mais caro da Honda no Brasil, o Accord pode ser encontrado a preço de Civic, desde que as expectativas quanto ao ano de fabricação sejam reduzidas. Para se enquadrar no patamar de carros baratos até R$ 30 mil, é preciso optar pela versão de entrada LX importada para o Brasil até 2008.

Nessa época, o Honda Accord trazia motor V6 3.5 de 278 cv e 34,6 kgfm de torque, elogiado pelo ronco instigante e pela elasticidade. A transmissão automática de cinco marchas era padrão na época para todas as versões do Accord vendidas no Brasil.

Volvo XC90 [divulgação]
Volvo XC90 [divulgação]
Volvo XC90

Antes do frisson dos SUVs, a Volvo já oferecia o XC90 no Brasil. O modelo, que foi até carro de protagonista de novela das 9h, pode ser encontrado por menos de R$ 30 mil em sua versão mais barata equipada com motor 2.5 turbo cinco cilindros em linha de 210 cv e 32,6 kgfm de torque.

Os Volvo são conhecidos por sua robustez mecânica e a tecnologia embarcada que, mesmo para um modelo de 13 anos atrás, ainda é bastante aproveitável. Com sete lugares e design elegante, o XC90 usado é para quem quer pagar barato e parecer que gastou mais cifras em um carro usado.

>>Top 10 carros flex mais econômicos do Brasil

>>Top 5 carros mais seguros fabricados no Brasil

>>Nova Kia Carnival leva até 11 pessoas e tem motor V6 do Hyundai Azera

Sobre o autor

João Brigato

João Brigato

Um comentário

Clique aqui para comentar