Destaque Mercado Novidades

Top 10 carros com maior aumento de preço em 2020 no Brasil

Dólar alto, crise econômica e reflexos da pandemia causaram aumentos de até R$ 441 mil em carros vendidos no Brasil
10 carros com maior aumento de preço em 2020 no Brasil [divulgação]
10 carros com maior aumento de preço em 2020 no Brasil [divulgação]

Entra ano e sai ano e os preços dos carros aumentam. Esse é um processo normal por conta da inflação, mas, em casos atípicos como em 2020, alguns outros fatores também pesam na conta. Na lista dos carros com maior aumento de preço, o mais afetado passou por reajuste de R$ 441 mil.

Entre os fatores que influenciam na elevação dos valores estão a alta do dólar, a crise econômica pela qual o Brasil está passando e também as consequências da paralização em virtude da pandemia do Covid-19.

Na lista os carros que mais sofreram aumentos de preço em 2020, foram consideradas somente uma versão por veículo, sendo a variante que mais encareceu a escolhida para compor o top 10. Uma nova lista somente com modelos nacionais será publicada também em breve. Os dados de valores foram fornecidos pela Jato Dynamics a pedido do Auto+.

Mercedes-AMG GT R PRO [divulgação]
Mercedes-AMG GT R PRO [divulgação]
  1. Mercedes-AMG GT R PRO – aumento de R$ 441.000

O Mercedes-Benz AMG GT foi o carro que mais encareceu entre janeiro e agosto de 2020. O superesportivo na versão GT R PRO saltou de R$ 1.760.900 para R$ 2.201.900, representando um aumento de R$ 441.000 – o maior de toda indústria automotiva no ano.

BMW X6 M
BMW X6 M [divulgação]
  1. BMW X6 M – aumento de R$ 198.000

Com o aumento de preço sofrido pelo BMW X6 M durante esse ano é possível levar um Série 1 Sport GP para casa. Contudo, quem levou o SUV mais potente da BMW no começo do ano para casa, levou o modelo da geração anterior.

Mercedes-AMG C63 S [divulgação]
Mercedes-AMG C63 S [divulgação]
  1. Mercedes-AMG C 63 S – aumento de R$ 159.000

Exatos R$ 159 mil mais caro do que no início de 2020, o Mercedes-Benz C 63 AMG S acelerou no preço tão rápido quanto seus 0 a 100 km/h, cumpridos em 3,9 segundos. Cupê e sedã encareceram proporcionalmente na mesma quantidade, sendo que o modelo de quatro portas agora sai por R$ 733.900, enquanto o cupê parte de R$ 745.900.

Land Rover Range Rover SVAutobiography [divulgação]
Land Rover Range Rover SVAutobiography [divulgação]
  1. Land Rover Range Rover SVAutobiography – aumento de R$ 99.550

Apesar de ter um dos maiores nomes da indústria automotiva, o Land Rover Range Rover P65 SVAutobiography Long Wheel Base Four Wheel Drive é o primeiro da lista dos carros com maior aumento de preço a ter reajustes abaixo dos R$ 100 mil. Apesar disso, ele é o modelo mais caro da Land Rover, custando R$ 1.317.950.

BMW X5 M50d [divulgação]
BMW X5 M50d [divulgação]
  1. BMW X5 M50d – aumento de R$ 88.000

Único carro movido a diesel a figurar nessa lista, o BMW X5 na versão esportiva M50d está R$ 88 mil mais caro hoje em relação ao início de 2020. Partindo agora de R$ 628.950, o SUV grande da marca alemã encareceu R$ 88 mil em oito meses.

BMW 745Le xDrive M Sport [divulgação]
BMW 745Le xDrive M Sport [divulgação]
  1. BMW 745Le M Sport – aumento de R$ 84.000

Outro BMW presente na lista é o mais caro e sofisticado sedã da marca. O Série 7 em sua versão alongada e assinada pela divisão esportiva M parte de R$ 583.950, mas logo após o réveillon ele ainda estava no limite da casa dos R$ 400 mil.

BMW M850i xDrive [divulgação]
BMW M850i xDrive [divulgação]
  1. BMW M850i xDrive – aumento de R$ 82.000

Recentemente ressuscitado na família BMW, o Série 8 é o maior, mais luxuoso e potente modelo de duas portas da marca alemã. Especialmente nessa versão M850i que custava R$ 799.950 no início de 2020, mas que agora não sai por menos de R$ 881.950.

Mercedes-Benz E300 Exclusive [divulgação]
Mercedes-Benz E300 Exclusive [divulgação]
  1. Mercedes-Benz E 300 Exclusive – aumento de R$ 77.000

O Mercedes-Benz Classe E é o primeiro modelo da lista de carros com maior aumento de preço em 2020 que não se apresenta na versão mais luxuosa, esportiva ou cara. O E 300 é a variante intermediária do sedã executivo da Mercedes-Benz e foi o que recebeu R$ 77 mil de aumento ao longo dos oito meses do ano.

Jeep Wrangler Sahara [divulgação]
Jeep Wrangler Sahara [divulgação]
  1. Jeep Wrangler Sahara – aumento de R$ 75.000

Único carro da lista que não pertence à Mercedes-Benz, à BMW ou à Land Rover, o Jeep Wrangler também foi o único modelo de marca não premium a pertencer à lista dos automóveis que menos desvalorizam em um ano. A justificativa para a presença em ambos os top 10 é em virtude do aumento de R$ 75 mil em sua etiqueta ao longo de 2020.

BMW X4 M40i [divulgação]
BMW X4 M40i [divulgação]
  1. BMW X4 M40i – aumento de R$ 74.000

Seguindo seus irmãos X6 e X5, o BMW X4 chega à lista na versão esportiva M40i, a qual sofreu aumento de R$ 74 mil em seu preço desde janeiro até agosto. Por R$ 506.950, ele é um dos menores e mais baratos carros dessa lista.

>>RAV4, S10 e Kwid estão entre carros que menos desvalorizam no Brasil

>>BMW X6 M chega ao Brasil por R$ 890.950

>>Jeep revela teaser do novo SUV rival do Cadillac Escalade

Sobre o autor

João Brigato

Um comentário

Clique aqui para comentar

  • Caro repórter, sugiro usar a variação percentual dos preços dos veículos na próxima reportagem desse tipo.
    Avaliar preço em diferença vai mostrar resultados DISTORCIDOS pelo preço preço inicial mais elevado desses veículos da lista.

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva