Destaque Mercado

Carros da Fiat e Jeep custam mais caros no estado de São Paulo

Alíquota de ICMS mais alta no estado deixou os preços dos carros da Fiat e Jeep mais caros somente no estado de São Paulo
Fiat Mobi Trekking 2021 [divulgação]
Fiat Mobi Trekking 2021 [divulgação]

Se você mora em qualquer um dos outros 25 estados ou Distrito Federal no Brasil, pagará mais barato em um carro da Fiat ou da Jeep do que os moradores de São Paulo. O recente aumento da alíquota de ICMS promovido no estado mais populoso do Brasil empurrou os preços dos modelos da Stellantis para cima.

A informação foi confirmada pela assessoria da Fiat reforçando que a alíquota extra de ICMS passou a vigorar em 15 de janeiro, quando o governo paulista decretou a nova medida. O decreto fez parte do Pacote de Ajuste Fiscal do Estado de São Paulo, no qual a alíquota foi elevada de 12% para 13,3% e depois para 14,5%.

Fiat Argo Drive 2021 [divulgação]
Fiat Argo Drive 2021 [divulgação]
O imposto também afetou diretamente os carros usados pois o percentual saltou de 1,80% para 5,53%, representando um aumento de 207%. Entre os modelos zero quilômetro, nem todas as montadoras repassaram os aumentos de preços causados pelo novo imposto, ao contrário do que fez a Stellantis.

Mesmo carro, outro preço

Do lado Fiat, como exemplo, um Argo Drive 1.0 custa R$ 62.990 em todo o Brasil, menos em São Paulo onde é vendido por R$ 64.046. A diferença de R$ 1.056 no preço do hatch compacto é puro e simples imposto extra. E isso vale para todo os modelos da Fiat, o que justifica os preços em valores quebrados para o estado paulista.

Fiat Toro Ultra (divulgação)

Apesar de não ser mais o carro mais barato do Brasil, o Fiat Mobi Easy fica ainda mais distante do título quando adquirido em São Paulo. No estado ele custa R$ 41.668 contra R$ 40.990 no restante do país. Uma diferença de R$ 678.

Como o aumento de preço é proporcional ao valor total do carro, quanto mais caro ele for, maior será a diferença de valores para São Paulo. A Toro Ultra é o carro mais caro da Fiat. Ela custa R$ 186.119 em São Paulo, enquanto em outros estados é possível adquirir a picape diesel por R$ 181.490. Os paulistas pagam R$ 4.629 a mais por conta do ICMS extra.

Jeep Renegade Trailhawk [Auto+ / João Brigato]
Jeep Renegade Trailhawk [Auto+ / João Brigato]

Jeep também é afetada

Já entre os Jeep temos o Renegade STD de entrada por R$ 85.429 nas revendas paulistas contra R$ 83.990 das demais localidades. Já a versão topo de linha Trailhawk diesel custa R$ 168.890 em todo o Brasil, menos em São Paulo onde a Jeep pede R$ 171.281 pela mesma versão. A diferença de R$ 1.439 no STD e de R$ 2.391 no Trailhawk é por conta do ICMS.

Já no caso do Compass S, o modelo mais caro produzido pela Stellantis aqui no Brasil, a diferença de preço assusta. Ele é vendido por R$ 231.946 no estado de São Paulo, enquanto no restante do país a tabela é de R$ 227.990. Com isso, os paulistas pagam R$ 3.956 a mais pelo Compass topo de linha.

>>Jeep menor que o Renegade será baseado no sucessor do Citroën C3

>>Fiat Fiorino 2022 terá frente do novo Uno e pode ganhar motor Firefly

>>Stellantis confirma substituto do Citroën C3 para o segundo semestre

Sobre o autor

João Brigato

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar