Curiosidades Destaque

Dez carros esquecidos pelos brasileiros, mas que ainda são bons

Esquecidos no final do ranking de vendas, esses dez carros podem muito bem servir a quem tiver memória boa
Mitsubishi Eclipse Cross (divulgação)

Com mais de 20 marcas atuantes no Brasil e uma infinidade de modelos diferentes, ter protagonismo é uma tarefa complicada para alguns. Por isso essa lista reúne dez carros esquecidos pelos brasileiros, mas que ainda possuem seu charme e são sim bons automóveis.

A seleção desse grupo de dez carros esquecidos se deu por todos ainda serem vendidos no Brasil, mas não frequentarem mais a lista de mais vendidos de suas respectivas categorias, ou por se inserirem em uma categoria em que há um concorrente que vende mais que todos os outros rivais juntos. Alguns casos de carros que foram eixados de lado por suas montadoras em propagandas.

Citroën descontos exclusivos
Citroën C3 (divulgação)

Citroën C3

Junto ao Fiat Doblo, o Citroën C3 é o carro que que está há mais tempo no Brasil sendo vendido sem sequer uma mudança visual que seja. Ele é oferecido em três versões: Attraction 1.2 (R$ 62.090), Attraction 1.6 automático (R$ 69.990) e Urbantrail automático (R$ 77.790. Não tem motor turbo como os rivais e o espaço interno é bastante acanhado.

Toyota Etios Sedã X-Plus (divulgação)

Toyota Etios

O Toyota Etios passou por diversas melhorias no Brasil ao longo de sua carreira. Mas perdeu o protagonismo por causa do Yaris. Com uma versão, o hatch custa R$ 63.590 com câmbio manual ou R$ 69.290 no automático, já o sedã pede R$ 66.490 e R$ 72.690, respectivamente. É o preferido dos taxistas e Uber pelo espaço interno farto, motor econômico e robustez.

CAOA Chery Arrizo 5

Entre os modelos da CAOA Chery, o sedã compacto Arrizo 5 é o que menos vende, mas é um dos mais interessantes. Com motor 1.5 quatro cilindros turbo de 150 cv e 21,4 kgfm de torque, ele só perde para o VW Virtus GTS como sedã compacto mais potente do Brasil. Em duas versões com câmbio CVT, custa entre R$ 76.490 e R$ 85.690 e vem bem recheado.

automáticos (Etios, Tiggo 2, Jimny e Oroch,)
Renault Oroch (divulgação)

Renault Oroch

Lançada pouquíssimo tempo antes da Fiat Toro, a Renault Oroch mostrou ao mundo que existia espaço para uma picape intermediária entre as compactas e as médias. Mas, sem câmbio automático moderno (o que ela usa tem quatro marchas), acabamento espartano e envelhecida pelo novo Duster, caiu no esquecimento. Custa entre R$ 86.490 e R$ 89.990.

Nissan Sentra (divulgação)

Nissan Sentra

Sedã médio mais barato do Brasil e um dos únicos com versões abaixo de R$ 100 mil, o Nissan Sentra entrou para a lista de carros esquecidos por ser careta demais e por ser obrigado a dividir o showroom com o Kicks, que é um sucesso. Usa motor 2.0 aspirado e câmbio CVT nas três versões disponíveis no Brasil, que tem preços entre R$ 87.990 e R$ 108.990.

Chevrolet Cruze Sport6 Premier (divulgação)

Chevrolet Cruze Sport6

O caso do Chevrolet Cruze Sport6 não é somente culpa dele, mas sim de todo o segmento que morreu por causa dos SUVs. Custa entre R$ 107.990 e R$ 130.490 e é o único hatch médio de marca generalista vendido no Brasil hoje. Traz um econômico motor 1.4 turbo de 153 cv e câmbio automático de seis marchas, além de um interior caprichado.

Mitsubishi Eclipse Cross
Mitsubishi Eclipse Cross [divulgação]
Mitsubishi Eclipse Cross

Em um segmento em que o Jeep Compass é rei vendendo mais que muito SUV compacto, nem o visual esportivo do Eclipse Cross foi suficiente para convencer muita gente a partir para o modelo da Mitsubishi. Além do belo visual, tem motor turbo 1.5 de 165 cv atrelado a um câmbio CVT e opção de versão com tração integral. Os preços vão de R$ 136.990 a R$ 168.990.

Citroën C4 Lounge (divulgação)

Citroën C4 Lounge

Outro sedã médio esquecido no mercado em virtude da tríade da letra C: Honda Civic, Toyota Corolla e Chevrolet Cruze (com participação do Volkswagen Jetta). O Citroën C4 Lounge foi largado à própria sorte pela marca francesa, que foi um dos primeiros adeptos ao motor turbo com o divertido 1.6 THP de 173 cv. É vendido em versão única por R$ 103.990.

Volkswagen up! [divulgação]
Volkswagen up! [divulgação]
Volkswagen up!

Queridinho dos preparadores e do público jovem, o Volkswagen up! fez sua fama com as versões TSI com motor 1.0 turbo de 105 cv e câmbio manual. Mas sempre esbarrou no preço alto combinado ao tamanho de subcompacto. Se tornou um modelo de nicho e agora passará a ser vendido em versão única com espaço somente para quatro pessoas.

Fiat Weekend (divulgação)

Qualquer perua

Tal qual os hatches médios, as peruas como um todo entraram na lista de carros esquecidos pelos brasileiros por conta dos SUVs. Hoje temos apenas modelos importados, sendo a Subaru Outback, uma perua japonesa aventureira de mais de R$ 200 mil, como o modelo mais barato dessa categoria. A última perua produzida no Brasil morreu no começo de 2020 sem deixar sucessor: a Fiat Weekend.

>>Cinco carros que causaram polêmica ao serem lançados no Brasil

>>Dez carros globais modificados exclusivamente para o Brasil

>>Cinco carros que fracassaram e que o brasileiro já esqueceu

Sobre o autor

João Brigato

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar