Destaque Novidades Serviço

Carros estão cada vez mais seguros, mas implementação de sistemas é lenta

Tecnologias como alerta de colisão e frenagem automática viraram realidade há décadas, porém, ainda equipam pequena porcentagem da frota
motoristas
Veículos têm cada vez mais sistemas de segurança (divulgação)

De acordo com pesquisa do IIHS (Insurance Institute for Highway Safety), as montadoras estão fabricando veículos mais seguros contra o efeito de batidas de trânsito numa velocidade três vezes maior do que ocorria em meados dos anos 1990. Porém, o estudo – realizado nos Estados Unidos – aponta que algumas dessas melhorias ainda vão levar décadas para integrar a maioria da frota veicular (veja gráfico abaixo).

A pesquisa aponta que quesitos como determinações governamentais, comprometimento voluntário dos próprios fabricantes e rankings de segurança independentes – aqueles centros de pesquisa como o CESVI Brasil, por exemplo – podem ter enorme influência na rapidez de chegada desses aprimoramentos.

Em uma das análises, o IIHS investigou a disponibilidade e a instalação de câmeras traseiras, sensores de estacionamento, sistemas de monitoramento de ponto cego, alerta de colisão dianteira, frenagem automática de emergência, alerta de saída da faixa e faróis que se adaptam às curvas a partir dos anos em que esses recursos foram introduzidos.

Alerta de colisão frontal (divulgação)

Com a exceção dos faróis adaptativos, todos os demais sistemas têm chegado à frota num ritmo ascendente. Dois deles, que se tornaram padrão de mercado pela força da lei norte-americana e pela iniciativa da indústria, aparecem numa velocidade maior: câmeras traseiras e frenagem de emergência.

Abaixo, você confere, em porcentagem, o detalhamento dessa evolução:

(reprodução CESVI)

Veja mais:

>> Manutenção: trocando o óleo na hora certa

>> Tem dúvidas sobre o que fazer com o carro em tempos de pandemia? Esclareça

>> Veja quais os tipos de manutenção para seu carro

Sobre o autor

Avatar

Redação

Comente

Clique aqui para comentar