Curiosidades Destaque Serviço

14 itens que serão obrigatórios em carros brasileiros até 2030

Programa Rota 2030 determina que novos projetos devem receber itens de segurança primeiro
VW Nivus
VW Nivus [divulgação]

Os carros no Brasil vão ficar mais seguros e isso é fato. As novas regras traçadas pelo programa Rota 2030 torna obrigatória a inclusão de alguns itens de segurança nos carros vendidos e fabricados por nosso país. É uma tentativa de aproximar o Brasil com os patamares de segurança estabelecidos na Europa e nos Estados Unidos.

O novo regime automotivo determina datas diferentes para inclusão dos sistemas de segurança para cada tipo de carro. Em média, projetos atualmente existentes no mercado só receberão os novos itens cerca de dois anos depois de se tornarem obrigatórios para carros inéditos, reestilizados ou que mudaram de geração.

Primeira fase

Todos os carros vendidos no Brasil em 2020 passaram a ser equipados obrigatoriamente com fixação de cadeirinhas infantis no tipo ISOFIX, encosto de cabeça para todos os passageiros e cinto de segurança de três pontos.

Esse tipo de obrigatoriedade fez com que a Fiat tirasse a Weekend de linha, visto que os custos de adaptação desses equipamentos não compensavam pelo baixo volume de vendas da perua.

Cinto de segurança
Cinto de segurança de três pontos e encosto de cabeça central se tornaram obrigatórios em 2020

Além disso, os carros inéditos lançados em 2020 passaram a contar obrigatoriamente com controle de estabilidade, proteção contra impacto lateral e aviso de cinto de segurança afivelado – equipamentos incorporados em modelos como VW Nivus, Chevrolet Tracker e Fiat Strada.

Os itens serão incorporados aos modelos atualmente em linha em períodos fases diferentes, caso que não passem por qualquer tipo de alteração estética ou mecânica até 2023. Aviso de cinto de segurança em 2021, controle de estabilidade em 2022 e proteção contra impacto lateral em 2023.

Segunda fase

A nova rodada de inclusão de equipamentos nos automóveis brasileiros em virtude do Rota 2030 começa em 2024 com a proteção de impactos frontais em caminhonetes e utilitárias passando a ser obrigatória para novos projetos.

Os utilitários e picapes que forem lançados antes de 2024 e ainda estarão em linha receberão esses itens obrigatoriamente no ano seguinte.

Controle de estabilidade
Controle de estabilidade estará presente em todos os carros brasileiros até 2022

A partir de 2025, os carros vendidos no Brasil serão equipados com algum tipo de sistema de visibilidade traseira. A escolha fica por conta da montadora entre instalar câmera de ré ou sensor de ré, mas ao menos um desses equipamentos terá de ser item de série em todas as versões. Para modelos em linha, o equipamento só se torna obrigatório em 2030.

Por fim, em 2026 todos os carros inéditos terão maior proteção para impacto lateral contra poste, um item que vem sendo requerido pelo Latin NCAP em seus testes de proteção lateral. Esse é outro item que só se torna obrigatório para o restante da linha em 2030.

No projeto do Rota 2030 ainda estão em discussões prazos para inclusão de alerta de mudança de faixa, frenagem autônoma de emergência e mais airbags como itens obrigatórios para todos os carros oferecidos em território nacional.

>>Cinto de segurança: saiba a forma certa de usar

>>Hyundai apresenta o 1º airbag central do mundo

>>Controle de estabilidade completa 25 anos

Sobre o autor

João Brigato

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva