Destaque Novidades

Chevrolet apresenta novo Captiva na Tailândia

Apesar do nome, nova geração é baseada no SUV chinês Baojun 530
Chevrolet Captiva (divulgação)

Lembra da Chevrolet Captiva? Pois bem, no Brasil a Chevrolet optou por aposentar a Captiva em meados de 2017, quando logo depois optou por substituí-lo pelo mexicano Equinox.

Agora, a Chevrolet relança o “Captiva” em alguns mercados emergentes, como é o caso alguns países do sudeste asiático e América do Sul.

Chevrolet Captiva (divulgação)

O carro em questão que a Chevrolet usou para trazer de volta o Captiva foi o Baojun 530, nada mais que um SUV feito pelo seu braço chinês. Ele usa um motor 1.5 turbo de 147 cv na China, que trabalha associado a um câmbio manual ou automático de 6 velocidades.

A versão Chevrolet tem opção de 5 ou 7 lugares, assim como seu irmão chinês, com carroceria medindo 4,65 metros de comprimento, 1,83 m de largura, 1,76 m de altura, enquanto a distância entrei-eixos ficam em 2,75 m.

Baojun 530 (divulgação)

No design as maiores diferenças entre o Captiva e o Baojun 530 ficam por conta da grade dianteira com novos filetes e que, no caso da Chevrolet, ganha a gravatinha dourada – no restante são exatamente o mesmo carro.

E sobre a possibilidade da vinda do “novo Captiva” ao mercado nacional, a Chevrolet descarta qualquer possibilidade, pois nesse caso, temos essa função cumprida aqui pelo Equinox.

Veja mais:

>> Recall: Chevrolet chama Camaro por falha na direção

>> Chevrolet Blazer x Camaro: design muito em comum

>> Novo Chevrolet Tracker tem 1ª imagem vazada

Sobre o autor

Kleber Silva

Kleber Silva

Comente

Clique aqui para comentar

Encontre peças e acessórios





Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva