Curiosidades Destaque

Cinco ideias geniais da Fiat que mudaram os carros para sempre

Se fora do Brasil as ideias revolucionárias partem da Citroën, por aqui a rainha da criatividade é a Fiat
Fiat Pulse 1.3 Drive [divulgação]
Fiat Pulse 1.3 Drive [divulgação]

No concorrido mercado automotivo, ter criatividade é essencial para se diferenciar no mercado. A Citroën, parte do grupo Stellantis, é mestre nisso. Mas aqui no Brasil quem tem verdadeira vocação para ideias novas e que são capazes de mudar a diretriz do mercado é a Fiat.

Por isso, reunimos aqui cinco ideias geniais da Fiat do Brasil que mudaram o mercado para sempre. Algumas delas, inclusive, tiveram impacto mundial.

1.0

Fiat Uno Mille (divulgação)

Por conta de uma lei de incentivos de impostos para carros com motores entre 800 cm³ e 1.0 litro, a Fiat rapidamente desenvolveu o primeiro carro 1.0 do Brasil: o Uno Mille. Pensado para o baixo custo, ele tinha apenas o extremamente básico necessário e o motor de um litro para pagar menos imposto. Robusto, confiável e barato, fez um sucesso estrondoso.

Motor a Álcool

Fiat 147 etanol (divulgação)

Parte de um projeto de inovação da Fiat no Brasil, o primeiro carro movido a álcool derivado da cana de açúcar foi feito pela marca italiana. Apelidado de Cachacinha, o 147 1979 tinha motor 1.3 de 70 cv e 11,5 kgfm de torque movido somente ao combustível renovado. Se tornou tendência no Brasil, onde vários carros movidos a álcool depois foram desenvolvidos.

Turbo

Fiat Uno Turbo i.e (divulgação)

Se hoje os motores turbo são extremamente comuns no mercado brasileiro, em especial entre os 1.0 três cilindros, tudo isso só começou por causa da Fiat. Em 1994 ela lançou o Uno Turbo – o primeiro carro fabricado no Brasil com motor turbo de série. Ele entregava 118 cv e 17,5 kgfm de torque em seu 1.4 importado da Itália – menos que o 1.0 turbo moderno do Pulse.

Toro

Fiat Toro Volcano [Auto+ / João Brigato]
Fiat Toro Volcano [Auto+ / João Brigato]
Ainda que a Renault Oroch tenha sido a primeira picape intermediária do mundo, a ideia partiu da Fiat com a Toro. Funcionários saídos da Fiat para a Renault levaram a ideia e a marca francesa lançou antes. Mas a Toro é que fez sucesso e hoje, Ford Maverick, Hyundai Santa Cruz e a próxima geração da Chevrolet Montana só existem por causa da ideia da Fiat.

Picape compacta de vários layouts

Fiat Strada Freedom Cabine Dupla [Auto+ / João Brigato]
Fiat Strada Freedom Cabine Dupla [Auto+ / João Brigato]
A dominação da Strada no não é à toa. Ela foi a primeira compacta a ter cabine estendida (1999), depois a responsável por inaugurar o segmento com visual aventureiro (Adventure em 2002). Ela trouxe cabine dupla em 2009 pela primeira vez em uma picape compacta no Brasil, mas as três portas só vieram em 2013, para em 2020 chegar versão com quatro portas (exclusividade até hoje)

>>VW confirma Nivus com motor de up! TSI para brigar com Pulse 1.3

>>Mobi Trekking merecia o que já foi dele | Avaliação

>>Pulse teve 5.500 reservas feitas em três dias apenas

Sobre o autor

João Brigato

3 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Foi também quem lançou o primeiro carro multivalvulas no Brasil (tempra), primeiro carro do Brasil com motor transversal (147), primeiro carro com computador de bordo (prêmio e uno), primeira picape derivada de um compacto (147) e não podemos esquecer do palio adventure, que lançou uma tendência de mercado

  • O Uno Turbo da década de 90 focava desempenho, enquanto os turbos atuais focam em economia, ou seja o turbo atual é ideia da VW. Senão a primeira picape pequena cabine dupla seria a Pampa feita por uma transformadora independente dos anos 80, que aliás, era derivada de um carro médio, né, Toro?…

  • Esqueceram de dizer um dos mais importantes: o 147 foi o primeiro nacional com motor dianteiro transversal e tração dianteira. Depois dele praticamente todos seguiram esta arquitetura.