Destaque Novidades Serviço

Cinco mitos e verdades sobre pneus que você não sabia

Componente exige bom estado de conservação influencia até mesmo no consumo do combustível
Pneus
(divulgação)

Os pneus são quase sempre esquecidos pelos proprietários de veículos, afinal, servem apenas para evitar o atrito das rodas com o solo. Correto? Não! Se você também pensa assim, se engana, afinal, o componente é muito mais que isso, pois eles desempenham funções essenciais para o funcionamento eficiente do carro, como estabilidade da direção, por exemplo.

De acordo com Rafael Astolfi, gerente de assistência técnica da Continental Pneus, “Os pneus recebem impactos (do solo) e sofrem desgaste extremo com o uso ao longo do tempo. Suas condições acabam influenciando diretamente a vida útil de outras peças. Por isso, é fundamental ficar atento e, sempre, realizar manutenções preventivas”.

Mas, se você ainda tem dúvidas, listamos (abaixo) cinco pontos que podem te ajudar a entender melhor a importância deste componente e, claro, desvendar alguns mistérios.

Pneus
(divulgação)

Nem todos os fabricantes de veículos recomendam realizar o rodízio, afinal, isso é uma prática para garantir que os quatro pneus cheguem ao fim de sua vida útil simultaneamente, ao rodarem sempre nas mesmas condições.

Outro mito é dizer que pneus novos devem ter ‘cabelinhos’ na banda de rodagem, pois estes são apenas criados durante o processo de vulcanização. Quando ele é pressionado contra as paredes do molde, parte da borracha não vulcanizada (presente na área da banda de rodagem) penetra parcialmente nessas furações de saída de gases, gerando os tais ‘cabelinhos’. Porém, o mercado reúne tecnologias como a euro-vent, que os remove.

E, sim! É preciso trocar imediatamente um pneu com bolhas, pois elas são perigosas e podem aumentar de tamanho e até se romper a qualquer momento, causando perda súbita de pressão do pneu. Não podem ser ignoradas de forma alguma. Nessas condições, o pneu fica inutilizado e deve ser substituído.

E tem gente que acredita que se colocar uma câmara de ar nos pneus eles correm menos risco de furar. Mito, porque os pneus de passeio da Semperit dispensam o uso de câmara de ar. Se a palavra tubeless ou a sigla TL estiverem gravadas na lateral do pneu, não utilize câmara de ar, pois poderá danificá-lo e trazer riscos à segurança dos passageiros.

Sobre a possibilidade de balancear uma roda empenada ou amassada, não há conversa. Quando nessas condições, o balanceamento, estabilidade e dirigibilidade do veículo são comprometidas. Ou seja, o reparo ou a substituição devem ocorrer antes de o pneu ser montado. Apenas acrescentar contrapesos até o conjunto ficar, pelo menos aparentemente, balanceado, não garante estabilidade em todas as faixas de velocidade. Rodas em condições precárias, mesmo que não visivelmente perceptíveis, causam desgastes irregulares e/ou localizados nos pneus.

pneus
(divulgação)

Veja Mais:

>>  Controle de estabilidade completa 25 anos

>> BMW M8 Gran Coupé Competition está em esquema de pré-venda

>> Jeep Wrangler Rubicon 392 é conceito de 450 cv

Sobre o autor

Avatar

Redação

Comente

Clique aqui para comentar

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva