Destaque

Citroën C3 2022 quer incomodar desde Chevrolet Onix até Fiat Pulse

Apesar da carinha aventureira, Citroën descreve o novo C3 como um hatch, mas ele está de olho até no mercado de SUVs
Citroën C3 2022 [divulgação]
Citroën C3 2022 [divulgação]

Ao mesmo tempo em que dá seus primeiros passos na Índia, a Citroën renasce no Brasil e tudo pode ser creditado a ele: o novo Citroën C3. Até então descrito como um SUV subcompacto, o pequenino foi oficializado pela marca como um hatch compacto que promete não somente incomodar Chevrolet Onix e companhia, mas perturbar a vida do Fiat Pulse.

A ideia da Citroën com o novo C3 2022 é oferecer um hatch verdadeiramente compacto: são 3,98 m de comprimento, que é intermediário entre um Hyundai HB20 e um Peugeot 208. Contudo, o modelo conta com linhas fortes e proporções de SUV para passar mais robustez e se diferenciar no mercado. É uma estratégia parecida com a do Renault Kwid.

Esteticamente ele até parece um mini C4 Cactus em alguns momentos, mas tem alta doses de personalidade e em nada se parece com o C3 europeu. A dianteira tem como destaque os faróis conectados com a grade frontal, que produz um X entre os LEDs diurnos. A entrada de ar central é grande e se integra com a área preta do para-choque.

Citroën C3 2022 [divulgação]
Citroën C3 2022 [divulgação]
Nas versões mais caras, o novo Citroën C3 tem detalhes em cinza no para-choque e, tal qual o C4 Cactus, recebe molduras das luzes de neblina, airbumbs laterais, retrovisores e teto com pintura contrastante. A Stellantis quer oferecer tons chamativos e alegres para o seu novo compacto, como parte da aura mais despojada da Citroën.

A lateral é marcada por vincos fortes acima das caixas de roda, enquanto as laterais são mais limpas. As janelas replicam o mesmo desenho do SUV médio C5 Aircross, enquanto a coluna A pintada em preto facilita a presença de teto com pintura contrastante. Na traseira, lanternas quadradas e tampa do porta-malas bem rente ao para-choque marcam seu design.

Citroën C3 2022 [divulgação]
Citroën C3 2022 [divulgação]
Como a ideia é custar pouco, a Citroën fez uso de materiais mais simples na cabine e aproveitou componentes de outros carros. Exemplo disso é o volante, hastes de seta, painel digital e maçanetas compartilhadas com o Cactus. A central multimídia é nova, tem 10 polegadas e suporte a Android Auto e Apple CarPlay com fio.

O grande destaque estético fica por conta da faixa central do painel com cor chamativa. No modelo indiano ele conta com cor laranja, enquanto no brasileiro ela é pintada em azul. É possível que a faixa siga a cor da carroceria ou do teto, conforme a versão.

Citroën C3 2022 [divulgação]
Citroën C3 2022 [divulgação]

Coração de Fiat e de Citroën no C3

A Citroën deu poucos detalhes mecânicos sobre o novo C3. O modelo deve contar com motor 1.0 Firefly três cilindros aspirado do Fiat Argo com 76 cv e 10,9 kgfm de torque nas versões de entrada. Já as intermediárias contarão inicialmente com o 1.6 aspirado de 118 cv e 16,1 kgfm. Há grande chance de que esse motor depois seja substituído pelo 1.0 GSE Turbo do Pulse.

Citroën C3 2022 [divulgação]
Citroën C3 2022 [divulgação]
Para as versões de entrada com motor 1.0 aspirado, haverá apenas opção de câmbio manual de cinco marchas. Já os modelos 1.6 podem ser vendidos somente com transmissão automática de seis marchas. Não é certo ainda se haverá espaço para um Citroën C3 2022 1.6 manual como há no portfólio de versões do Peugeot 208.

Citroën C3 2022 [divulgação]
Citroën C3 2022 [divulgação]

>>C4 Cactus X-Series estreia nova cor na Citroën por R$ 106.990

>>Citroën C4 Cactus THP finge ser SUV e esconde ser esportivo | Avaliação

>>Exclusivo: Citroën C3 terá 1.0 do Argo e chega em abril de 2022

Sobre o autor

João Brigato

3 Comentários

Clique aqui para comentar