Destaque Novidades

Citroën C5 Aircross é registrado no Brasil, mas não é o híbrido

Rival do Jeep Compass e primo do Peugeot 3008, o Citroën C5 Aircross é promessa antiga da marca francesa para o Brasil
Citroën C5 Aircross [divulgação]
Citroën C5 Aircross [divulgação]

Faz uns bons anos que a Citroën disse que venderia o C5 Aircross no Brasil e até agora nada. Só seu primo Peugeot 3008 veio, já foi reestilizado e até já ganhou uma versão híbrida na Argentina. Mas e o Citroën C5 Aircross? Nada. Mas agora a Stellantis registrou patentes do modelo por aqui: será que podemos ter esperança?

É comum que muitas marcas registrem seus modelos no Brasil por conta de proteção de patentes industriais e para evitar plágio. Mas isso não significa, necessariamente, que os carros serão vendidos por aqui. A Stellantis tem registrados os novos Citroën C4, C5 X e Peugeot 308 por aqui – mas nenhum deles têm sombra de esperança de vir ao nosso país.

A questão do C5 Aircross é um pouco diferente. Ele é promessa antiga da Citroën para o país e cumpriria o papel de modelo de imagem para a marca francesa. Hoje seu modelo mais caro é a van grande Jumper. Se considerar apenas modelos de passeio é o C4 Cactus em versão topo de linha. Ou seja, não tem um modelo mais refinado que atraia clientes para a concessionária.

O C5 Aircross poderia funcionar como esse chamariz para as revendas Citroën e fidelizar clientes de ponta. Faria sentido em uma versão híbrida para não brigar diretamente com o Peugeot 3008 e seu novo primo Jeep Compass. Mas, os registros de patentes indicam a versão regular do SUV médio da Citroën.

Coincidentemente, tal qual o Jeep Compass 4xe, o Citroën C5 Aicross Hybrid tem dois bocais de abastecimento, sendo um para combustível e outro elétrico – um em cada lado. O modelo das patentes tem apenas um bocal, do lado do passageiro, indicando ser o modelo não eletrificado.

Citroën C5 Aircross [divulgação]
Citroën C5 Aircross [divulgação]

PureTech, THP e Blue HDi

Lá fora ele conta com motores 1.2 PureTech três cilindros turbo, 1.6 THP quatro cilindros turbo, híbrido 1.6 THP, 1.5 BlueHDi quatro cilindros turbo diesel e 2.0 BlueHDi quatro cilindros turbo diesel. Os modelos 1.2 PureTech e 1.5 BlueHDI usam câmbio manual de seis marchas, mas o diesel tem automático de oito marchas como opcional.

Para os modelos 1.6 THP e 2.0 BlueHDi, o câmbio é sempre automático de oito marchas. Vale lembrar que no Brasil, o Peugeot 3008 usa motor 1.6 THP de 165 cv e câmbio automático de seis marchas, um layout mais antigo frente ao mesmo motor com 180 cv e câmbio de oito marchas usado na Europa por ele e pelo C5 Aircross.

Citroën C5 Aircross [divulgação]
Citroën C5 Aircross [divulgação]

>>Menor SUV do mundo? Citroën realmente lançou o Ami Buggy

>>Peugeot 2008 2023 ganha duas versões THP e mudanças visuais

>>Mini Jeep Renegade terá versão a gasolina: se cuida Fiat Pulse?

Sobre o autor

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar