Destaque Novidades

Stellantis registra novos Citroën C5 X e DS 4 no Brasil. Será que vem?

Dois modelos que já estiveram presentes no Brasil foram registrados pela Stellantis em seus novos formatos: Citroën C5 X e DS 4
DS 4 [divulgação]
DS 4 [divulgação]

Nem sempre onde há fumaça, há fogo. É assim quando as montadoras registram patentes de seus carros no Brasil no INPI. Vez ou outra podemos nos animar com alguma novidade que vem por aí, mas na maioria das vezes é somente uma proteção da própria marca ao desenho de seus carros. E esse parece o caso dos novos Citroën C5 X e DS 4.

A Stellantis fez o registro de patentes do hatch médio de luxo DS 4 e do meio SUV cupê, meio hatch (meio não conseguimos descrever que tipo de carroceria é), Citroën C5 X. Ambos são modelos mais caros e que, caso viessem, seriam importados para o Brasil. Contudo, dado o minguante mercado de hatches médios, as chances do DS 4 vir para cá são mínimas, assim como do C5 X.

DS 4

Lançada neste ano na Europa, a segunda geração do DS 4 pretende bater de frente com Audi A3, BMW Série 1 e Mercedes-Benz Classe A. Se antes ele era basicamente um C4 Lounge hatch cheio de frufru, a nova geração elevou e muito o patamar de sofisticação e de design.

Ele conta com visual agressivo, medidas generosas e boa dose de couro e matérias nobres no interior. Mecanicamente o destaque vai para a presença de motor 1.6 THP quatro cilindros turbo ligado a um motor elétrico com opções de 180 cv e 225 cv. A autonomia elétrica é de 50 km. Há ainda versões 1.2 turbo, somente a gasolina.

Citroën C5 X

Tal qual o antigo DS 5, o novo Citroën C5 X é o tipo de carro que não se pode claramente classificar qual é a sua carroceria. Com elementos de perua, SUV, cupê e hatch, o modelo substituiu o longevo C5 sedã com uma abordagem mais aventureira.

Tem visual esquisitamente Citroën, com destaque para os faróis divididos e traseira com vidro bastante inclinado. A cabine é contemporânea, com telas grandes e recheada de tecnologia. Tal qual o DS 4, com o qual divide plataforma, o C5 X tem motor THP ligado a um elétrico e opções 1.2 turbo somente a gasolina.

Dificilmente o C5 X será vendido no Brasil. Atualmente a Citroën tenta se posicionar abaixo da Peugeot no portfólio da Stellantis, apostando em modelos mais baratos e de bom custo-benefício. O C5 X, caso viesse, potencialmente custaria tanto quanto o Peugeot 3008 e sem o mesmo charme de um SUV de fato.

>>Exclusivo: C3 terá 1.0 do Argo e chega em abril de 2022

>>Stellantis ressuscita opções PCD de Renegade e C4 Cactus

>>C4 Cactus THP finge ser SUV e esconde ser esportivo | Avaliação

Sobre o autor

João Brigato

3 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Uma pena que o mercado brasileiro seja tão limitado para as ambições do braço francês da Stellantis, a atual gama de produtos da Citroën e DS é maravilhosa, tanto em design quanto tecnologia, tendo o conforto das suspensões como diferencial. Creio que as versões híbridas poderiam vir como produtos de nicho e competir com alguns veículos da Lexus, por exemplo.

  • Acho ridículo esse estereótipo brasileiro de gostar e dar valor em suvs ( que nem prestam, não sobem nem a rampa do shopping ) e deixam de lado, falam mal de carros como esses! São carros sensacionais em todos os quesitos! Lindos e completos, que a ignorância e imaturidade de muitos brasileiros não enxergam!
    Por causa desse tipo de gente que esses carros sensacionais não vem para o brasil!