Destaque Novidades

C5 X traz de volta espírito do DS 5 e clássica esquisitice da Citroën

SUV? Sedã? Perua? Basicamente o Citroën C5 X é tudo isso em um só pacote, como era o antigo DS 5
Citroën C5 X [divulgação]
Citroën C5 X [divulgação]

Quando o então Citroën DS 5 foi lançado em 2011, ninguém conseguia ao certo descrever qual era sua carroceria. Ele se tornou um dos modelos mais marcantes da marca francesa por ser diferente de tudo que andava nas ruas – algo típico da Citroën, mas que se perdeu com o tempo. Agora a marca volta à sua clássica (e apreciada) esquisitice com o C5 X.

Descrito como um misto de SUV, sedã e perua, o Citroën C5 X é o novo modelo topo de linha da marca. De fato é possível ver um pouco de cada tipo de carroceria em seu visual, especialmente com fortes influências dos SUVs cupê.

Com 4,80 m de comprimento, 1,86 m de largura e 1,48 m de altura, ele tem tamanho semelhante a uma perua Volkswagen Passat Variant. Já o entre-eixos de 2,78 m chega próximo ao dos sedãs executivos de marcas de luxo.

Citroën C5 X [divulgação]
Citroën C5 X [divulgação]

SUV? Sedã? Perua?

Exótico, o desenho da dianteira tem grade frontal integrada com o logotipo da marca e com os faróis. A parte superior tem um fino filete de LED, enquanto a inferior traz quatro blocos luminosos. No para-choque, uma abertura de ar dá ênfase ao desenho do radar dos sistemas de condução semi-autônoma.

Como todo Citroën atual, o C5 X entrega seu lado SUV com as caixas de rodas bem marcadas e decoradas com plásticos pretos. O teto reto, como um sedã, traz vidro traseiro inclinado e decorado com um aerofólio proeminente. Lanternas em X são o toque menos ousado de uma traseira um tanto quanto diferente.

Citroën C5 X [divulgação]
Citroën C5 X [divulgação]
Por dentro, o Citroën C5 X apresenta visual horizontalizado e materiais nobres, com direito a madeira em uma faixa do painel. Central multimídia flutuante de 12 polegadas com atualizações via internet faz par com o painel totalmente digital. O C5 X ainda traz head-up display colorido e com projeção larga, trazendo uma experiência mais imersiva.

Tapete mágico eletrificado

Focada na eletrificação, a Stellantis equipou o C5 X com motor 1.6 THP híbrido. O conjunto é plug-in e o mesmo usado pelo C5 Aircross e pelo Peugeot 3008. São 225 cv e autonomia elétrica para 50 km. A Citroën ainda não divulgou as outras opções de motorização do SUV/sedã/perua.

Citroën C5 X [divulgação]
Citroën C5 X [divulgação]
Como herança do DS original e de outros C5, o Citroën C5 X tem suspensão com amortecedores hidráulicos. Ela tem funcionamento eletronicamente ativo e promete conforto de tapete mágico na rodagem.

>>Flagra: Substituto do Citroën C3 2022 começa a perder a camuflagem

>>Stellantis (Fiat e Peugeot) é líder na Europa e supera grupo Volkswagen

>>Peugeot 208 fica mais caro e mais barato ao mesmo tempo. Entenda

Sobre o autor

João Brigato

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar