Novidades Serviço

Como usar o macaco corretamente na hora de trocar o pneu

Posicionar equipamento em local errado pode danificar assoalho do veículo
(Auto+)

Furar o pneu do carro é uma situação que todo motorista já passou — se não for seu caso, algum dia ainda será sua vez de passar por essa situação. E você, no momento de trocar o pneu sabe como posicionar o macaco da forma correta?

Apesar de a operação ser relativamente simples, se for cometido algum deslize durante o posicionamento do macaco embaixo do carro, o equipamento pode até danificá-lo. Abaixo, confira as dicas do Cesvi Brasil (Centro de Experimentação e Segurança Viária) para utilizar o equipamento sem erros:

  • Sinalização: quando o pneu do seu veículo furar, a primeira recomendação é fazer a sinalização adequada no local que você irá parar. Ligue o pisca-alerta e coloque o triângulo em uma distância superior a 30 metros do veículo — se estiver próximo de curvas, considere ao menos dobrar esse espaço. De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), o ideal é colocar o triângulo a uma distância de acordo com a velocidade da via. Ou seja, se a via for de 80 km/h, o triângulo deverá ficar a 80 metros do veículo (80 passos).
  • Puxe o freio de mão: Após parar o carro em local seguro, o condutor deve puxar o freio de mão e manter o veículo engatado em primeira marcha. Isso é para evitar que o carro se mexa no momento que você estiver trocando o pneu.
  • Parafusos: em seguida afrouxe porcas ou parafusos (apenas meia volta em cada um) antes de levantar o veículo. Mas atenção: não retire os parafusos da roda nessa etapa.
  • Posicionamento do macaco: aqui o importante é consultar o manual do carro para saber o ponto correto que se deve posicionar o macaco. Vale lembrar que alguns modelos contam com pontos de referência nas laterais para o posicionamento correto do equipamento. Se você posicioná-lo fora do local certo, o assoalho pode ser danificado e até ocasionar acidente com a queda do veículo.
  • Troca do pneu: por fim, levante o carro, solte as porcas ou parafusos totalmente, troque a roda e volte a apertar as porcas ou parafusos antes de abaixar o veículo. Depois que o automóvel estiver no chão, dê aquela última “apertada” nas rodas. Pronto, o pneu está trocado!
  • Tipos de macaco: existem no mercado de reposição macacos com nivela de abertura e fechamento no próprio equipamento. No entanto, há outros que necessitam do uso da chave de roda para funcionar.

Por fim, vale sempre dar uma checada nos equipamentos úteis para situações de emergência. Confira sempre o estado de conservação do triângulo, o funcionamento do macaco, a localização das chaves de roda e o estado do estepe — verificando sempre se está calibrado e dentro da data de validade (formada por quatro dígitos na lateral do pneu, perto da descrição DOT).

Veja mais:

>> Saiba identificar o momento certo de trocar os pneus

>> O que revisar no carro antes de pegar a estrada

>> Projeto de lei pode proibir estepe temporário

Sobre o autor

Avatar

Redação

Comente

Clique aqui para comentar

Encontre peças e acessórios





Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva

Instagram

Jocar