Destaque Novidades

Covid-19: ações especiais nos setores de motos, carros e caminhões

Fabricantes dão descontos, aumento do prazo de revisão e até cuidam da saúde dos clientes
Setor de veículos no Brasil (reprodução)

Em alguns estados brasileiros as medidas de isolamento por conta do novo Coronavírus já estão mais frouxas, até mesmo com a volta ao trabalho. Já outros estão com regras ainda mais rígidas. Em São Paulo, por exemplo, passa a ser obrigatório o uso de máscara em qualquer local público a partir de quinta-feira (7).

De olho nisso, e na tentativa de evitar o contágio da Covid-19, a rede de concessionárias VW Caminhões e Ônibus, composta por mais de 140 unidades, passou a distribuir máscaras para todos os clientes que visitem as instalações da marca em todo o país. Já há algum tempo, as equipes de atendimento recebiam o item de proteção. De acordo com a fabricante, a ação foi possibilitada por meio da destinação de verbas da ACAV (Associação Brasileira dos Concessionários MAN Latin America).

VW Caminhões distribui máscaras para clientes em época de pandemia (divulgação)

As revendas seguem, no entanto, as recomendações locais de cada município, operando de portas abertas para assistência e com equipe comercial trabalhando normalmente ou de forma remota. Entre os serviços da VW Caminhões e Ônibus, estão retirada e devolução de veículos para manutenção e entrega de peças nas garagens dos clientes, assim como o atendimento ChameVolks e MAN Service, que funcionam 24 horas por dia na prestação de socorro a veículos com pane.

Menos visitas às oficinas
Para evitar que os proprietários precisem se deslocar até a concessionária mais próxima para a realização de serviços pós-vendas, a Kawasaki anunciou flexibilização dos prazos e quilometragem para as revisões. Vai até 30 de junho.

Kawasaki estende prazo de revisão (divulgação)

No caso das revisões por tempo, a tolerância é de 240 dias após o último procedimento – passando de seis meses para oito. Quando o serviço é feito com base na quilometragem, a tolerância aumentará em 500 km. Por exemplo, nas revisões de 1.000 km, a tolerância de 1.100 km passará para 1.600 km.

Extensão de prazos também na Toyota. Mas de garantia. A marca japonesa passa a oferecer cinco anos para toda a linha de veículos zero quilômetro. A nova cobertura é vinculada ao limite de 100 mil km rodados aplicados somente para pessoa jurídica e/ou uso comercial. Antes, os modelos (exceto o Corolla) contavam com apenas três anos.

Toyota Yaris Sedã (divulgação)

Cabe salientar que para os modelos híbridos da Toyota, os componentes do sistema seguem com o mesmo período de cobertura de oito anos e o encerramento do prazo com 200 mil km rodados. Isso vale para pessoas físicas e jurídicas.

Outro ponto a ressaltar é a necessidade de manter o veículo original, pois quaisquer modificações que não atendam aos padrões da fabricante ficam sujeitas à perda da cobertura da garantia.

Condições especiais
Em relação a preços e facilidade de compra, BMW e Mitsubishi Motors também vêm com novidades. Enquanto a marca alemã anuncia o lançamento de sua loja online, no Instagram – como a primeira fabricante de luxo a abrir este canal de vendas -, a fabricante japonesa passa a oferecer condições especiais nas formas de pagamento.

Válido para as linhas Pajero Sport e Eclipse Cross, as vendas online (com test-drive em esquema delivery) podem ser fechadas com entrada de aproximadamente 50% do valor total e saldo restante com início de pagamento para 2021. Pode ser dividido em até 35 vezes.

Veja mais:

>> VW e DAF têm ações de combate à Covid-19

>> Covid-19: Montadoras repensam pós-vendas

>> Fabricantes entram em ação para combater o Coronavírus

Sobre o autor

Vagner Aquino

Vagner Aquino

Comente

Clique aqui para comentar

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva