Curiosidades Destaque

Dez SUVs que inexplicavelmente não são vendidos no Brasil

Potencial de sucesso desses dez SUVs é bastante nítido, mas as montadoras não os trazem para o Brasil
Peugeot 2008 [divulgação]
Peugeot 2008 [divulgação]

Cada vez mais terra dos SUVs, o Brasil conta com uma vasta gama de utilitários esportivos por aqui. Contudo, nem todas as marcas têm seu portfólio completo no país. Há casos até de SUVs que têm potencial gigantesco para o nosso país, mas que nunca vieram.

Nessa lista vamos conhecer dez SUVs que inexplicavelmente nunca foram vendidos no Brasil. Mesmo que, nesses casos, seja nítido o fato de que eles teriam grande potencial para fazer sucesso no nosso país.

Peugeot 2008

Enquanto a primeira geração do Peugeot 2008 está mais para um hatch altinho, o novo modelo assumiu de vez o papel de mini-3008. Maior que a média da categoria e com um desenho inegavelmente bonito, o novo Peugeot 2008 tem potencial de sucesso maior que o hatch 208. Só não poderia vir com motor 1.6 aspirado como única opção.

Nissan Qashqai [divulgação]
Nissan Qashqai [divulgação]

Nissan Qashqai

Tal qual o Jeep Compass faz estrago no segmento de SUVs médios no Brasil, quem reina lá na Europa com a mesma força é o Nissan Qashqai. Vendido nos EUA como Rogue Sport, ele poderia facilmente desempenhar o papel acima do Kicks e atuar na faixa dos SUVs médios. O mercado está expandindo por aqui, basta a Nissan entrar na onda (porque já demorou).

Ford Puma (divulgação)

Ford Puma

Se o EcoSport era considerado pequeno demais para a categoria de SUVs compactos e com pouco refinamento, a própria Ford já tinha em casa a resposta para os problemas. Também derivado do Fiesta, o Puma aposta no estilo SUV cupê e em uma abordagem mais esportiva e refinada. Seria o modelo perfeito para roubar clientes do Honda HR-V.

Hyundai Venue (divulgação)

Hyundai Venue

Apesar de o HB20X ser um bom carro, ele não convence como algo a mais que o HB20 – por isso vende pouco. A solução da Hyundai seria o SUV subcompacto Venue. Com só 4 m de comprimento, ele faria a ponte perfeita entre Creta e HB20. De brinde, com um visual ousado e jeito parrudinho. Há boatos de que ele pode vir em breve.

Fiat 500X (divulgação)

Fiat 500X

Esse bateu na trave algumas vezes, mas é o caso mais inexplicável. O Fiat 500X é basicamente um Jeep Renegade com tempero italiano e visual retrô. Poderia ter sido feito desde o princípio aqui no Brasil, mas a FCA preferiu privilegiar a Jeep no segmento de SUVs. Até foi cogitado importa-lo para o Brasil, mas o dólar disparou e azedou os planos.

Toyota C-HR [divulgação] Argentina
Toyota C-HR [divulgação]

Toyota C-HR

Flagrado em diversas ocasiões no Brasil, o Toyota C-HR nunca veio porque os custos de sua produção sempre foram altos. O modelo é o rival na medida do Honda HR-V, mas tem motorização híbrida que encareceria o projeto. A Toyota preferiu apostar no andar de cima com o Corolla Cross, um projeto para países emergentes.

Audi Q2 [divulgação]
Audi Q2 [divulgação]

Audi Q2

Irmão menor e mais barato do Audi Q3 poderia funcionar como modelo de entrada da marca das quatro argolas aqui no Brasil. A marca já cogitou trazê-lo, mas os custos ficariam próximos demais do Q3, o que inviabilizaria sua venda. Uma produção nacional ou em algum país com acordo comercial com o Brasil seria a única solução para esse SUV.

Kia Seltos
Kia Seltos [divulgação]

Kia Seltos

Uma das promessas da Kia para os próximos anos no Brasil, o Seltos é o primo do Creta. Com porte que chega próximo da categoria dos SUVs médios, mas ainda dentro da seara dos compactos, o Kia Seltos foi pensado para o mercado indiano e é vendido também nos EUA. Tem visual ousado e recebeu boas críticas nas avaliações.

Chevrolet Trailblazer [divulgação]
Chevrolet Trailblazer [divulgação]

Chevrolet Trailblazer

Sim, temos um Chevrolet Trailblazer no Brasil, mas não é exatamente o SUV da S10 que está em pauta aqui. Trata-se de um SUV médio feito com base na mesma plataforma do Onix. Com visual inspirado no grande Blazer, o Trailblazer poderia fazer a ponte entre Tracker e Equinox. Assim, finalmente a Chevrolet teria um modelo para brigar com o Jeep Compass.

Toyota Yaris Cross [divulgação]
Toyota Yaris Cross [divulgação]

Toyota Yaris Cross

Se o C-HR é caro demais para o Brasil e a solução da Toyota é apostar em modelos Cross: que tal o Yaris Cross? SUV compacto derivado da nova geração europeia do Yaris poderia ser a alternativa perfeita para a Toyota entrar no segmento de utilitários de entrada, logo abaixo do Corolla Cross.

>>Volvo XC40 é o SUV compacto de luxo definitivo? – Avaliação

>>Talagon será o nome do maior SUV que a Volkswagen já produziu

>>SUV do Argo: Fiat revela partes do Progetto 363 em teaser

Sobre o autor

João Brigato

5 Comentários

Clique aqui para comentar

  • O visual um pouco exótico demais (coisa que brasileiro não gosta) e o fato de serem modelos pensados para o mercado europeu (sendo portanto, caros demais para serem vendidos aqui) e levando em consideração que produtos com alta variedade tecnologia não vende bem aqui e sim carros com o mínimo (Onix, Corolla, Civic, Strada, Toro, HR-V, Tracker, Compass, Renegade, por exemplo, são modelos que estão longe de serem modelos de luxo, possuem várias versões e as que mais vendem são as intermediárias ou as de entrada, com alguns opcionais).

  • Desaprenderam…. imagina um 2008 com a mesma configuração da Europa…eu pegava ..

    E o 208 veio diferente do europeu …deu nisso encalhou

  • Perdão. Mas comprar um Peugeot é ficar com o carro pro resto da vida.
    São ótimos carros. Mas manutenção e seguro muito caros. E se precisar vender ninguém quer. Então pagar mais de 100K em um Peugeot em pandemia seria jogar dinheiro no lixo.