Destaque Novidades

Dodge Challenger terá versão a etanol com mais potência que o Demon

Faz muitos anos que não vemos um carro V8 de tração traseira beber etanol como acontecerá com o Dodge Challenger
Dodge Challenger Hellcat Widebody [divulgação]
Dodge Challenger Hellcat Widebody [divulgação]

Em tempos cada vez mais eletrificados, ver o lançamento de um novo esportivo com motor V8 já é algo raro. Mas e o que dizer de um Dodge Challenger movido a etanol? Pois é isso que vai acontecer e com direito a mais potência que qualquer outro Dodge atualmente em produção.

Segundo o site Mopar Insiders, o novo Dodge Challenger beberá E85, que é uma mistura de 85% de etanol com 15% de gasolina. Basicamente o que muita gente faz no posto de combustíveis com carros flex ou quase a maneira que a nossa gasolina se comporta. O combustível será necessário para dar ainda mais potência ao cupê.

Ele manterá o motor Hellcat 6.2 V8 já usado em diversas versões do esportivo norte-americano. Contudo, com o uso de etanol é esperado que ele passe dos 850 cv – potência máxima que um Dodge Challenger já chegou até hoje.

Dodge Challenger Hellcat Widebody [divulgação]
Dodge Challenger Hellcat Widebody [divulgação]
Os rumores não falam sobre torque, que deve ficar acima do que era oferecido no Demon, o atual detentor do recorde de potência. Ele entregava 106,4 kgfm de torque quando abastecido com gasolina de 100 octanas. Com a gasolina de 91 octanas, o torque baixava para 99,1 kgfm – algo já muito impressionante.

A nova versão a etanol do Dodge Challenger deve chegar até o fim de 2023 e ter produção limitada. O modelo pode ser o último da marca antes da virada elétrica. A próxima geração do cupê é esperada com motor 100% elétrico ou ao menos híbrido. É o começo do fim dos carros com motor V8 roncador e bebedores de suco de dinossauro – ou de cana de açúcar.

Dodge Challenger Hellcat Widebody [divulgação]
[divulgação]

>>Por pouco, Mitsubishi Lancer não se tornou um sedã da Dodge

>>SUV Journey está de volta, mas ele é um falso Dodge

>>Opel Corsa faz 40 anos e Stellantis dá meias de presente

Sobre o autor

João Brigato

Um comentário

Clique aqui para comentar

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva