Destaque Novidades

Dodge Challenger Hellcat ganha mais músculos

Muscle car ficou 9 cm mais largo e recebeu novos pneus para maior aderência
Dodge Challenger SRT Hellcat Widebody (divulgação)dy

O Challenger SRT Hellcat é um dos muscle cars mais potentes atualmente, mas ainda assim a Dodge resolveu incrementar sua receita com uma nova versão: o SRT Hellcat Widebody, nova versão do cupê com carroceria alargada — sim, igual aquela encontrada no “brutal” Challenger SRT Demon apresentado há alguns meses.

Em relação ao Hellcat comum, o Challenger SRT Hellcat Widebody tem 9 centímetros a mais na largura da carroceria, que agora acomodam rodas de 20 polegadas calçadas com pneus P-Zero 305/35 Pirelli, deixando o cupê ainda mais “musculoso”. O cupê traz também direção elétrica, que tem ajustes por meio dos modos de condução.

As mudanças de pneus surtiram efeito na aderência do Hellcat Widebody. De acordo com a Dodge, o cupê faz cerca de 2 segundos a menos do que o Hellcat “básico” num circuito com trajeto de 2,7 quilômetros, além de cumprir os 402 metros em 0,3s a menos (10,9s contra 11,2s do Hellcat padrão). Ele vai de 0 a 100 km/h em 3,4s (ante 3,5s), enquanto a aceleração lateral salta de 0,93 para 0,97 g.

Debaixo do capô, continua o motor V8 6.2 dotado de compressor mecânico de 717 cv e 89,9 kgfm de torque, que garante uma velocidade máxima de 314 km/h.

Visualmente, o Challenger SRT Hellcat Widebody traz capô de alumínio com entrada de ar, nova grade dianteira e para-choque dianteiro com spoiler do SRT Demon. O muscle car chegará às concessionárias dos Estados Unidos por US$ 71.495 (R$ 237.256 numa conversão direta) a partir de julho.

Veja mais:

>> Camaro ZL1 1LE voa baixo em Nürburgring

>> Shelby F-150 Super Snake: picape com alma de Mustang

>> Porsche 911 Turbo S ganha série de 607 cv

Sobre o autor

Diego Dias

Diego Dias

2 Comentários

Clique aqui para comentar

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva

Encontre peças e acessórios