Destaque Novidades Racing

F-1: Estratégia polêmica garante vitória de Vettel em Singapura

Piloto não teve muito sossego neste ano
Fórmula 1 - Singapura (divulgação)

Não é exagero dizer que nos últimos catorze meses Sebastian Vettel viveu a pior fase da carreira. Erros incomuns para um tetracampeão do mundo passaram a ser corriqueiros, como a batida na Alemanha quando liderava na chuva em 2018; a escapada de pista que rendeu punição no Canadá neste ano; ou a rodada na Itália semanas atrás, pra ficar apenas nos mais marcantes.

Fórmula 1 – Singapura (divulgação)

Acrescente-se aí o fenômeno Charles Leclerc, garoto de 21 anos de idade que se tornou a maior esperança de futuro da Ferrari, depois de registrar cinco pole positions e duas vitórias em seu ano de estreia pela equipe, andando frequentemente mais rápido do que o experiente Vettel. Mas a má fase, enfim, parece ter ficado para trás.

Com uma pilotagem precisa – e uma boa dose de estratégia – Vettel conseguiu superar Leclerc na janela de pit stops em Singapura e fez as pazes com a vitória, em uma corrida extremamente movimentada, que contou com uma série de intervenções do safety car e terminou bem próxima do limite de tempo (que é de 2 horas de duração).

Leclerc largou mais uma vez na pole position e dominou a corrida por 19 voltas, antes de entrar nos boxes para cumprir seu pit stop. O problema é que Vettel havia parado na volta anterior e aproveitou-se da pista livre e dos pneus novos para reduzir toda a vantagem de Leclerc. Quando o monegasco saiu dos boxes, estava atrás do companheiro de equipe.

Evidentemente, Leclerc reclamou da jogada da Ferrari, que acabou por prejudicá-lo. A equipe italiana absorveu as críticas e chegou a pensar em devolver a posição a ele, mas concluiu que a troca de posições tinha méritos de Vettel e deixou as coisas como estavam. O piloto alemão havia parado uma volta antes na tentativa de superar Hamilton, então segundo colocado.

As coisas saíram melhor do que o planejado e, quando todas as posições foram reestabelecidas, era Vettel quem tinha a liderança, seguido por Leclerc. Hamilton arriscou ficar na pista à espera de um safety car, que demorou muito pra vir, e acabou comprometendo a própria corrida. Terminou apenas em quarto lugar.

Max Verstappen completou o pódio em terceiro. Os resultados, porém, não fizeram nem cócegas na folgada liderança que Hamilton tem no campeonato: são 296 pontos. O adversário mais próximo, o companheiro de equipe Valtteri Bottas, soma 231. Verstappen e Leclerc estão agora empatados com 200. E Vettel chegou a 194.

“O início da temporada foi difícil para nós, mas nas últimas duas semanas realmente ganhamos vida”, disse Vettel. “Quero parabenizar a equipe. Minhas últimas corridas não foram as melhores, mas fiquei feliz em receber mensagens e cartas, isso me ajudou a crer na vitória”, acrescentou o piloto. A próxima etapa é já neste domingo, na Rússia.

Veja mais:

>> F-1: Leclerc vence pela Ferrari em Monza e faz história

>> Games: F1 2019 melhora, mas derrapa nos erros de sempre

>> Hamilton faz história com 6ª vitória na Inglaterra

Sobre o autor

Tiago Mendonça

Tiago Mendonça

Comente

Clique aqui para comentar

Encontre peças e acessórios





Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva