Destaque Especial Novidades

FCA e PSA oficializam fusão

Novo grupo passa a ser o 4º maior do mundo
Fusão PSA FCA (divulgação)

Nesta última quarta-feira, a FCA (Fiat Chrysler Automobiles) e a PSA (Peugeot Citroën) fecharam a fusão definitiva. Com isso, as duas companhias agora criaram o 4º maior conglomerado do mundo, ultrapassando a Ford e a General Motors, ficando atrás apenas do Grupo Volkswagen, Renault-Nissan-Mitsubishi e Toyota.

Fiat Argo S-Design (divulgação)

Com essa notícia, o novo grupo – ainda sem nome definido – terá um rendimento anual de US$ 190 bilhões e um lucro acima de US$ 12,2 bilhão, fora a margem de lucro de 6,6%. Estes números foram calculados de acordo ao resultado de 2018. Além disso, o novo grupo vai focar na sinergia das plataformas para reduzir custos de produção.

Peugeot e-208 (divulgação)

Agora, o leque de marcas sob o novo domínio é um dos maiores dentre os conglomerados, com as marcas: Fiat, Abarth, Jeep, Dodge, RAM, Chrysler, Lancia, Autobianchi, Alfa Romeo, Maserati, Opel, Peugeot, Citroën, DS Automobiles, Vauxhall e Free2Move. A Ferrari não faz parte do grupo desde 2016.

Citroën C3 Aircross (divulgação)

Como já dito anteriormente, a diretoria da nova empresa terá ao todo 11 membros – sendo 5 da FCA e 5 da PSA – a 11ª cadeira ficará com Carlos Tavares, atual CEO da PSA e que ocupará o mesmo cargo na nova empresa. A nova empresa ainda garante que nenhuma marca atual deixará de existir, ou que fábricas fechem – pelo menos a médio prazo.

RAM 1500 (divulgação)

“Nossa fusão é uma grande oportunidade para ter uma posição mais forte na indústria automotiva enquanto procuramos dominar a transição para um mundo com mobilidade limpa, segura e sustentável, e atender nossos clientes com produtos, tecnologia e serviços de nível mundial”, comenta Carlos Tavares.

Jeep Renegade 2020 (divulgação)

“Esta é a união de duas empresas com marcas incríveis e uma equipe dedicada e habilidosa. Ambas enfrentaram tempos difíceis e se reergueram como competidores ágeis, espertos e formidáveis. Nossos times compartilham um ponto em comum: eles veem desafios como oportunidades a serem aproveitadas e o caminho para nos tornar melhores do que já somos,” adiciona Mike Manley, CEO da Fiat-Chrysler.

Veja mais:

>> Grupo Fiat-Chrysler quer fusão com a PSA

>> Grupo PSA confirma produção local da plataforma CMP

>> Fim de linha: Fiat 124 Spider não será mais produzido

Sobre o autor

Kleber Silva

Kleber Silva

Comente

Clique aqui para comentar

Encontre peças e acessórios





Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva