Destaque Novidades

Fiat 500 elétrico é lançado na Europa

Versão ‘la Prima’ do compacto premium tem teto solar panorâmico e autonomia de até 320 quilômetros; modelo é equipado com carregador rápido de 85 kW
Fiat 500
Fiat 500 la Prima (divulgação)

Depois de ser apresentado (em março) na versão conversível, desta vez, o Fiat 500 aparece com carroceria fechada. O modelo, lançado na Itália, tem como um de seus destaques o teto solar panorâmico. No Brasil, a terceira geração é certa, porém, não se sabe ao certo a data de lançamento – culpa da pandemia causada pelo novo Coronavírus.

Além de teto de vidro, o novato (que, por lá, custa 34,9 mil euros, ou seja, cerca de R$ 187,2 mil em conversão direta) tem novo aerofólio na traseira – onde a tampa do bagageiro volta ao formato original. A palheta tem três cores exclusivas: verde oceano (perolado), cinza mineral (metálico) e azul celeste. Na lista estão itens como faróis de LED, rodas diamantadas de 17 polegadas e banco com couro ecológico.

A autonomia e o tempo de carregamento são questões bastante importantes para carros elétricos e, por isso, a Fiat optou por baterias de íons de lítio, com capacidade de 42 kWh, que geram alcance de até 320 quilômetros. Para otimizar o tempo, o novo Fiat 500 recarrega em apenas 5 minutos, o suficiente para percorrer 50 quilômetros (reserva de emergência).

Além de reabastecimento de 80% da bateria em 35 minutos, o pequenino tem tomada inteligente ‘tipo 2’, localizada no painel lateral direito, que permite o carregamento tanto em AC como em DC. Ela é denominada tomada ‘inteligente’ por causa da possibilidade de programação do processo e do fornecimento de informação sobre o estado de carga da bateria.

500
Fiat 500 la Prima (divulgação)

Tanto na versão hatch quanto na conversível, o Cinquecento ‘la Prima’ vem, de série, com easyWallbox. Trata-se de um sistema de carregamento que pode ser conectado à rede elétrica de casa.

Direção
A novidade tem três modos de condução: Normal, Range e Sherpa, que podem ser selecionados para combinar com o seu estilo de condução. Este último, aliás, atua em vários parâmetros (como velocidade, respostas e sistemas) para reduzir ao mínimo o consumo.

500
Fiat 500 la Prima (divulgação)

O motor tem potência de 87 kW, e o leva à velocidade máxima de 150 km/h (limitada). Até os 100 km/h, gasta 9 segundos.

Autonomia
Frenagem de emergência automática, câmera traseira, sensores de luzes, chamada de emergência e freio de estacionamento eletrônico estão na lista de série do 500. Além disso, tem direção autônoma de nível 2. Ou seja, nele, há controle de cruzeiro adaptativo (freia e/ou acelera sem intervenção do motorista), leitura dos limites de velocidade (com recomendação de sua aplicação), monitoramento de pontos cegos e sensor de fadiga.

O ‘la Prima’ também tem o novo sistema de entretenimento UConnect 5 como padrão, que reúne tela TFT de 7”, navegador com tela sensível ao toque de 10,25” e wireless CarPlay e Android Auto. Este é o primeiro carro do grupo FCA equipado com o sistema de infotainment UConnect de quinta geração, que oferece vários serviços, como suporte por meio de operador remoto, verificação do nível de carga da bateria via smartphone, Wi-Fi e até alerta de roubo – assim que for confirmado pelas autoridades policiais, o call center dedicado fornecerá suporte para recuperar o carro.

Outra funcionalidade interessante é o My Remote. Através de um aplicativo móvel instalado no smartphone, é possível agendar o carregamento do veículo nos horários mais convenientes, checar a localização exata do carro, trancar e destrancar as portas, ligar e desligar as luzes, programar o sistema de ar-condicionado e definir alertas de direção com base na velocidade e na posição do veículo.

>> Fiat 500 elétrico aparece em documentário

>> Fiat revela nova geração do 500 em versão elétrica

>> Fiat 500X ganha versão Sport na Europa

Sobre o autor

Vagner Aquino

Vagner Aquino

Comente

Clique aqui para comentar

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva