Destaque Novidades

Exclusivo: Fiat lançará 6 carros novos no Brasil até o fim de 2022

Entre reestilizações de Argo e Cronos, além de modelos inéditos, incluindo um vindo da Peugeot, a Fiat terá agenda cheia em 2022
Fiat Argo 2023 [Motor1]
Fiat Argo 2023 [Motor1]

Se existe um grupo com agenda lotada de lançamentos no Brasil, esse é a Stellantis. O ano começou com a revelação da RAM 3500 em nosso país e já tem agendadas as estreias de Citroën C3, Jeep Compass 4xe e Abarth Pulse. Mas vem mais por aí, bem mais. Tanto que a Fiat terá seis lançamentos no Brasil até o fim do ano.

Fontes ligadas à marca revelaram que a agenda de lançamentos da Fiat está cheia e conta, inclusive, com dois carros inéditos. A marca investirá forte em nosso mercado com renovação de modelos já feitos por aqui. A ordem dos lançamentos ainda não foi revelada, mas o Auto+ antecipa quais serão as 6 estreias da Fiat no Brasil em 2022.

Argo

O flagra que abre essa matéria, cedido pelo Motor1, é um dos mais importantes da lista. O hatch compacto Argo estreou em 2017 e desde então apenas trocou o logotipo da grade frontal. Em geral, os carros passam por reestilizações a cada três ou quatro anos de mercado – o Argo acumula 5 sem mudanças.

Fiat Argo S-Design [Auto+ / João Brigato]
Fiat Argo S-Design [Auto+ / João Brigato]
Por isso, a Fiat tratara de dar um tapa visual nele para marcar também mudanças mecânicas. As mudanças são sutis, com novo para-choque dianteiro, grade frontal diferenciada, novas calotas e, talvez, disposição nova dos elementos da lanterna traseira. Por dentro, volante de Pulse e nova central multimídia.

A grande mudança, entretanto, estará no conjunto mecânico. O Fiat Argo 2023 finalmente receberá o câmbio CVT já presente no Pulse e na Strada. Ele será combinado ao motor 1.3 Firefly quatro cilindros aspirado de 107 cv e 13,7 kgfm. Um Argo 1.0 turbo também tem chances de aparecer.

Cronos

Fiat Cronos [divulgação]
Seguindo seu irmão Argo, o Fiat Cronos 2023 também será apresentado nesse ano com mudanças visuais. O sedã compacto terá alterações de para-choque e receberá o volante do Pulse. Mas a maior novidade está na inclusão de motor 1.0 na gama. Como o Grand Siena morreu, caberá ao Cronos ser o único sedã da Fiat no Brasil e abranger uma maior faixa de preço.

Com isso, o Cronos passará a ser vendido em versões com motor 1.0 Firefly três cilindros aspirado de 71 cv e 10 kgfm de torque. O 1.3 Firefly continua, mas terá como novidade a inclusão de variantes com câmbio CVT.

Fiat Cronos Precision [divulgação]
Fiat Cronos [divulgação]
Já motor 1.0 turbo tem mais chances de aparecer no Cronos do que no Argo. Até porque o hatch compacto poderia atrapalhar as vendas do Pulse caso ganhe o motor turbinado. No caso do Cronos, nenhuma outra marca do grupo Stellantis vende algum tipo de sedã hoje. Ou seja, o caminho está livre para ele ter versões mais fortes e sofisticadas. Quem sabe um Abarth?

Abarth Pulse

Por falar em Abarth, um dos seis lançamentos já confirmados é o Pulse picado pelo escorpião. Revelado no BBB 22, o SUV esportivo terá visual exclusivo com para-choques modificados, interior (ainda não revelado) mais sofisticado e com pegada esportiva, além de acertos de suspensão e freios preparados.

Abarth Pulse [divulgação]
Abarth Pulse [divulgação]
O motor será o 1.3 T270 turbo flex já usado pela Fiat na Toro e pela Jeep em Renegade, Compass e Commander. São 185 cv e 27,5 kgfm de torque, que serão muito bem aproveitados por um carro bem leve e que deve esbanjar força. O câmbio será automático de seis marchas, mas seria bem-vindo um manual também.

Fastback

Um dos dois carros inéditos que a Fiat lançará no Brasil nesse ano será o Fastback. Derivado do Pulse, o SUV cupê terá preço de Jeep Renegade, mas será uma alternativa mais urbana e esportiva do que o primo, que pende para o lado off-road. A dianteira será a mesma do Pulse, enquanto a traseira apresentará um visual mais esportivo.

Fiat Fastback [divulgação]
Fiat Fastback [divulgação]
Esse, de fato, será o real concorrente do Volkswagen Nivus, enquanto o Pulse brigará com o futuro Gol SUV. Por mirar em um degrau acima do Pulse, ele terá um pouco mais de sofisticação, como freio de estacionamento eletrônico e itens de tecnologia extras. Os motores serão somente turbo: 1.0 (já usado no Pulse) e 1.3 que virá no Abarth Pulse.

Scudo

Prepare-se que o primeiro Fiat que era um Peugeot será vendido no Brasil. A Stellantis já começou os preparativos para a fábrica uruguaia que faz os furgões Peugeot Expert e Citroën Jumpy iniciarem os trabalhos para um terceiro modelo. Estou falando especificamente do Fiat Scudo. Que terá, inclusive, versão elétrica vendida no Brasil como acontece com os irmãos.

Fiat Scudo [divulgação]
Fiat Scudo [divulgação]
Já revelado na Europa, o modelo é a versão Fiat dos furgões que tomaram o lugar da Volkswagen Kombi no Brasil. As mudanças são muito sutis, com grade frontal diferente e logotipos da marca italiana. Resta a dúvida se o logo vermelho, já abandonado pela divisão brasileira, estará presente no Scudo a ser vendido por aqui como acontece na Europa.

Ducato

Finalmente a reestilização de 2014 da Fiat Ducato será oferecida no Brasil. O modelo vendido por aqui é importado do México, onde a Stellantis faz também a RAM ProMaster. Como a variante da RAM acabou de ser reestilizada, o caminho natural é que a Ducato também passe pelas mudanças. O visual do modelo oferecido no Brasil é de 2006.

Fiat Ducato [divulgação]
Fiat Ducato [divulgação]
A vantagem é que a RAM ProMaster já recebeu o interior mais sofisticado com central multimídia e painel de instrumentos digital que estreou na Fiat Ducato europeia nesse ano. Ou seja, o nosso modelo também terá a grade frontal renovada e a cabine com estilo mais sofisticado. O volante será o mesmo do Jeep Compass e a central virá do Pulse.

>>Mais 5 versões de alto custo de carros feitos no Brasil

>>5 versões de alto custo de carros feitos no Brasil

>>Fiat baixa preço se seus carros no Brasil: de Mobi e Pulse até Toro

Sobre o autor

João Brigato

3 Comentários

Clique aqui para comentar

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva