Destaque Mercado

Fiat sobe o preço de todos os carros produzidos no Brasil

Todos os carros da Fiat no Brasil ficaram mais caros, menos os únicos importados: o pequenino 500 elétrico e a van Ducato
Fiat Strada Freedom Cabine Dupla [Auto+ / João Brigato]
Fiat Strada Freedom Cabine Dupla [Auto+ / João Brigato]

Na segunda semana do mês de maio, a Fiat revelou sua nova tabela de preços com uma ingrata surpresa: todos os carros produzidos no Brasil ficaram mais caros. Só não dá para dizer que todos os Fiat vendidos no Brasil estão mais caros porque os importados Ducato e 500 não sofreram aumento.

O Cronos vem da Argentina, mas como é do lado do Brasil, não conta como importado. Mas há uma pequena exceção no aumento: a Fiat Toro. Por conta dos descontos de IPI para veículos comerciais, a picape ficou mais barata nas versões flex, enquanto as diesel encareceram. A Strada, que também é um veículo comercial, encareceu bastante.

Picapes

A Toro começa agora em R$ 137.098 na versão de entrada Endurance flex, que está R$ 1.292 mais barata. A Freedom flex parte de R$ 148.319 graças à redução de R$ 1.371 no preço. Já a Volcano flex fecha com o maior desconto: R$ 1.520, custando agora R$ 162.270. O outro lado da moeda são os aumentos das versões diesel.

Fiat Toro Ultra Diesel [Auto+ / João Brigato]
Fiat Toro Ultra Diesel [Auto+ / João Brigato]
A Toro diesel mais barata é a Endurance que agora custa R$ 189.090, pois ficou R$ 2.000 mais cara. A Volcano diesel encareceu R$ 2.100 batendo agora os R$ 203.490. Já as versões Ranch e Ultra subiram a tabela em R$ 2.200, custando, respectivamente, R$ 211.190 e R$ 213.390.

Na Strada, a Fiat só subiu o preço. A versão de entrada Endurance Cabine Simples subiu R$ 600 e agora custa R$ 92.890. A última versão abaixo de R$ 100.000 é a Freedom Cabine Simples de R$ 99.790, reajustada em R$ 1.700. Com cabine dupla, a Freedom sai por R$ 105.790 mediante o aumento de R$ 1.800.

Fiat Strada Volcano CVT [Auto+ / João Brigato]
Fiat Strada Volcano CVT [Auto+ / João Brigato]
No topo da gama temos a Strada Volcano nas configurações manual de R$ 109.590 e CVT de R$ 117.490. Com pedal de embreagem ela encareceu R$ 2.300, enquanto com a transmissão continuamente variável o aumento foi de R$ 3.100. Por fim, a Strada Ranch, apenas com câmbio CVT, agora custa R$ 122.490 (preço elevado em R$ 3.100).

Compactos

Apesar de ser o carro mais barato do Brasil, o Fiat Mobi ficou R$ 700 mais caro nas duas versões vendidas no país. A Like agora sai por R$ 62.690 e a Trekking por R$ 65.690. Já o Argo ficou R$ 800 mais caro em todas as versões, exceto a de entrada sem nome que teve o mesmo reajuste do Mobi.

Fiat Argo S-Design [Auto+ / João Brigato]
Fiat Argo S-Design [Auto+ / João Brigato]
Ele começa agora em R$ 73.690 na versão sem nome, sobe para R$ 77.790 na Drive 1.0 e vai a R$ 82.490 na S-Design 1.3 e R$ 83.790 na Trekking 1.3. Já seu irmão Cronos subiu R$ 800 na versão 1.3 sem nome, que agora custa R$ 83.790 e R$ 900 na Drive 1.3 que sai por R$ 89.490 após o reajuste.

Por fim, temos o Pulse com aumentos significativos. O maior de todos foi da versão de entrada Drive 1.3 que agora está R$ 5 mil mais cara. O modelo parte de R$ 94.990. Já a Drive CVT rompeu a barreira dos R$ 100 mil graças ao aumento de R$ 3.700. Agora custa R$ 101.990.

Fiat Pulse Impetus [Auto+ / João Brigato]
Fiat Pulse Impetus [Auto+ / João Brigato]
Com motor turbo temos a Drive de R$ 109.990, que ficou R$ 2.500 mais cara que antes. A Audace agora custa R$ 114.990, enquanto a Impetus sai por R$ 126.590 – ambas foram reajustadas em exatos R$ 1.000.

Outros modelos

Para o furgão Fiorino, que está prestes a ganhar o primo quase gêmeo Peugeot Partner Rapid, a Fiat subiu o preço em R$ 1.100. O modelo agora custa R$ 106.090. No elétrico 500, o preço de R$ 255.990 foi mantido. Já a van Ducato, que será reestilizada neste ano e será um dos 6 lançamentos da Fiat em 2022, tem preços entre R$ 196.995 e R$ 264.099.

Fiat Fiorino 2022 [divulgação]
Fiat Fiorino 2022 [divulgação]

Fiat Mobi: preços e versões

Like – R$ 62.690
Trekking – R$ 65.690

Fiat Argo: preços e versões

Sem nome 1.0 – R$ 77.790
Drive 1.0 – R$ 82.490
S-Design 1.3 – R$ 82.490
Trekking 1.3 – R$ 83.790

Fiat Cronos: preços e versões

Sem nome 1.3 – R$ 83.790
Drive 1.3 – R$ 89.490

Fiat Cronos HGT [divulgação]
Fiat Cronos HGT [divulgação]

Fiat Strada: preços e versões

Endurance Cabine Simples – R$ 92.890
Freedom Cabine Simples – R$ 99.790
Freedom Cabine Dupla – R$ 105.790
Volcano Cabine Dupla – R$ 109.590
Volcano Cabine Dupla CVT – R$ 117.490
Ranch Cabine Dupla CVT – R$ 122.490

Fiat Pulse: preços e versões

Drive 1.3 – R$ 94.990
Drive 1.3 CVT – R$ 101.990
Drive turbo – R$ 109.990
Audace – R$ 114.990
Impetus – R$ 126.590

Fiat Toro: preços e versões

Edurance flex – R$ 137.098
Freedom flex – R$ 148.319
Volcano flex – R$ 162.270
Endurance diesel – R$ 189.090
Volcano diesel – R$ 203.490
Ranch diesel – R$ 211.190
Ultra diesel – R$ 213.390

Fiat 500e [Auto+ / João Brigato]
Fiat 500e [Auto+ / João Brigato]

Fiat 500: preços e versões

Icon – R$ 255.990

Fiat Fiorino: preços e versões

Endurance – R$ 106.090

Fiat Ducato: preços e versões

Chassi – R$ 188.358
Cargo curto – R$ 196.995
Cargo médio – R$ 207.095
Maxicargo – R$ 210.883
Multi – R$ 214.068
Ambulância SR – R$ 228.986
Minibus Comfort – R$ 238.036
Maximulti – R$ 240.032
Ambulância SR L – R$ 246.180
Executivo – R$ 264.099

>>Fiat Pulse começa a ser exportado do Brasil por até R$ 159.639.

>>Classe T é o Fiorino da Mercedes, mas com luxo de Classe A

>>Fiat Fastback, o SUV cupê do Pulse, anda com camuflagem pesada

Sobre o autor

João Brigato

6 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Isso mostra que todos os braseiros são um bando de cobaia… Por isso que os preços sobem… Fiat e Jeep são as empresas que nunca Teve vergonha na cara e deveria ter.

  • Por isso que não compro mais nada da Stellants. Essa empresa é desgraça E Não Cria vergonha na cara. Aumenta o preço… Não Compro mais nada da Stellants Principalmente Fiat e Jeep duas empresas que deveriam ser Boicotada e deveriam sair do Brasil

  • Insano! Não tem limites essas fábricas usurpadores! Assustador a direção que está tomando a indústria automobilística do brasil a desculpa era o dólar que aumentou 30 por cento e as nossas carroças dobraram , onde isso vai chegar ?