Destaque Novidades

Ford Focus chega a 4ª geração mais requintado e sem Powershift

Modelo ganha sistema de condução semiautônoma e versão aventureira

A Ford apresentou ao mundo o novo Focus, que já tinha sido visto sem disfarces. Revelado na Europa, o hatch chega à quarta geração maior, com novos motores e versões, além de tecnologias inéditas.

Ainda não há previsão de o Focus ser vendido no Brasil e, segundo rumores da imprensa especializada, nem há certeza de sua produção na Argentina, de onde vem o modelo que abastecer o mercado brasileiro.

O novo Focus agora é montado sobre a nova plataforma C2, que será utilizada em outros modelos da marca do oval azul. Com isso, o hatch cresceu e agora tem 4,37 metros de comprimento, 1,82 m de largura e 1,45 de altura. Mas o que aumentou mesmo foi o entre-eixos, que ficou 5,3 cm maior que a geração anterior, ampliando o espaço para os ocupantes do banco traseiro — antes alvo de reclamações pelo aperto.

A troca de geração resultou em um visual mais ousado que a terceira geração, com linhas mais fluídas e desenho semelhante ao do Fiesta europeu. Os destaques são os faróis (lembram modelos da Volvo nas versões mais caras), grade dianteira mais baixa, vincos laterais, ausência da terceira janela e lanternas horizontais que invadem a tampa do porta-malas pela primeira vez. Por falar na traseira, ela ficou mais genérica e lembra até alguns modelos asiáticos.

Já por dentro dá para notar que o espaço na cabine foi ampliado e segue o estilo já visto em lançamentos recentes da marca, como o Fiesta do velho continente e EcoSport reestilizado, ambos com painel horizontal e tela de 8” do sistema multimídia destacada. A julgar pelas imagens, o acabamento interno também melhorou.

Nessa quarta geração, o Focus será vendido nas carrocerias hatch, perua e sedã (essa destinada ao mercado chinês), com direto a uma inédita versão aventureira batizada de Active, com adereços estéticos e suspensão mais alta. Terá também a de luxo Vignale, com detalhes cromados e grade frontal diferenciada, bem como a Trend, Titanium e a com pacote esportivo ST-Line.

Na Europa, o Focus terá uma ampla oferta de opções de motores. Ele poderá ser equipado com propulsores três cilindros Ecoboost a gasolina 1.0 turbo (85, 100 e 125 cv) e 1.5 turbo (150 e 182 cv). Pode-se escolher também por motores turbodiesel 1.5 (95 e 120 cv) e 2.0 (150 cv). A boa notícia é que a problemática caixa automatizada de dupla embreagem Powershift deu lugar a um câmbio automático de oito marchas com conversor de torque.

Já entre os equipamentos, o destaque fica para o sistema de direção semiautônoma Ford Co-Pilot360, que pode ler placas de trânsito e ajustar a velocidade seguindo elas, bem como andar e parar sozinho no trânsito urbano, podendo também detectar pedestres e ciclistas. Por fim, há sistema head-up display e assistente de estacionamento aprimorado, que passa a controlar as marchas sozinho, sem que o motorista necessite fazer as mudanças durante as manobras.

Veja mais:

>> Focus RS ganha versão Heritage Edition

>> Oitava geração do Golf será lançada em 2019

>> Hyundai i30 N: novo rival para o Golf GTI

Sobre o autor

Diego Dias

Diego Dias

Comente

Clique aqui para comentar

Encontre peças e acessórios





Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva