Destaque Novidades

Ford Maverick por menos de R$200mil pode estar nos planos para o Brasil

Uma versão mais barata que os R$ 233.310 da Lariat FX4 da Ford Maverick pode ser a receita para subir as vendas, mas queremos é a híbrida
Ford Maverick XLT [divulgação]
Ford Maverick XLT [divulgação]

Ainda que não seja a picape mais vendida do Brasil, a Ford Maverick está vendendo relativamente bem no país. Considerando que hoje ela é um produto de nicho e que custa o mesmo tanto que as caminhonetes médias, ela só não tem mais unidades comercializadas que a Ranger dentro da gama de produtos da Ford. E a marca quer mais.

A Ford já tem registrada no Brasil a Maverick XLT, uma versão intermediária da picape e bem mais barata que a Lariat FX4 atualmente vendida por aqui. Hoje a Ford tem somente essa variante topo de linha com quase todos os itens disponíveis para a picape sendo vendida por R$ 233.310. Nos EUA, a mesma Maverick Lariat FX4 custa US$ 32.110.

A nova versão é a XLT 2.0 EcoBoost que começa em US$ 24.940 nos EUA. Contudo, com tração nas quatro rodas ela sobe a US$ 27.160. Como os níveis de consumo registrados no INMETRO da Maverick XLT são idênticos aos da Lariat FX4, é certo que a marca escolheu essa variante da caminhonete por aqui com tração nas quatro rodas.

Ford Maverick XLT [divulgação]
Ford Maverick XLT [divulgação]

Se cuida, Toro?

Considerando proporcionalmente a diferença de preço entre a Lariat FX4 e a XLT nos EUA para o valor no Brasil, é possível que a nova versão de entrada da Maverick custe menos de R$ 200 mil. Não fica difícil imaginá-la no limite da faixa em R$ 199.990. Com isso, finalmente a Ford Maverick teria uma versão na mesma faixa de preço da Fiat Toro, sua rival direta.

Hoje a Toro tem toda as suas opções diesel acima dos R$ 200 mil. A Volcano sai por R$ 203.490 e seria a rival na medida para a Maverick XLT. Enquanto as versões Ranch de R$ 211.190 e Ultra de R$ 213.390 preenchem o espaço teórico que será criado entre as versões XLT e Lariat FX4 da picape da Ford.

Ford Maverick XLT [divulgação]
Ford Maverick XLT [divulgação]
Como a versão XLT usa o mesmo motor da Lariat FX4, ela terá à disposição um 2.0 quatro cilindros turbo a gasolina com 253 cv e 38,7 kgfm de torque. Tudo isso gerido por um câmbio automático de oito marchas. Mas bem que a Ford poderia trazer a versão híbrida que, com descontos de impostos e mais barata que a 2.0, ficaria bem abaixo dos R$ 200 mil.

>>Ford Maverick só falha onde a culpa não é dela | Avaliação 

>>Vendas do Bronco Sport podem fazer Ford matar SUV que já fez sucesso

>>BYD deve comprar fábrica da Ford em Camaçari, mas não por inteiro

Sobre o autor

João Brigato

Um comentário

Clique aqui para comentar

  • Gostei do Maverick, pra mim é a camionete ideal. Mas pelo valor atual é muito melhor pegar a Ranger, a desvalorização na revenda é bem menor. Caso venha a versão híbrida, abaixo de 200 mil, aí sim compraria o Maverick.