Especial Novidades

Ford Mustang mudará de geração em 2022 e deverá ficar maior

Planos iniciais da Ford para a sexta geração do Mustang foram revistos com a estratégia global focada em SUVs e picapes
Ford Mustang [divulgação]
Ford Mustang [divulgação]

Apontado pela Ford como o único carro de passeio que a marca terá em seu portfólio nos próximos anos, o icônico Mustang já tem data para mudar: 2022. Dentro de dois anos a nova geração será revelada, segundo o Automotive News. Além disso, há até uma reestilização já programada para daqui a cinco anos.

Originalmente a Ford previa que a atual geração do esportivo, lançada em 2014, sobreviveria apenas até esse ano, quando seria substituído por um novo modelo aproveitando a onda de popularidade causada estreia do SUV elétrico Mustang Mach E.

Contudo, isso resultaria em uma geração com apenas seis anos de duração, contra o recorrente período de oito anos que uma geração de um carro costuma durar. Quando se trata de Mustang então, suas gerações costumam durar bem mais tempo: a encarnação anterior, por exemplo, sobreviveu 11 anos com duas reestilizações.

Segundo o site, o ciclo de vida do próximo muscle-car da Ford será iniciado no último trimestre de 2022 com a estreia mundial. A chegada às concessionárias nos EUA ocorrerá somente em 2023, ano em que ele também deve desembarcar no Brasil, seguindo os caminhos do modelo atual.

Ford Mustang e Mustang Mach E [divulgação]
Ford Mustang e Mustang Mach E [divulgação]
A primeira reestilização da sétima geração do Mustang deve ocorrer em 2025, marcando o meio do ciclo de vida do esportivo. É possível que ele passe por mais mudanças visuais antes de trocar novamente de geração. O que é certo é que ele ganhará versões esportivas icônicas como Shelby, Bullit e Mach 1.

Essa nova geração dividirá com os SUVs da marca sua plataforma. A base mais cotada é a do Explorer (também usada pelo Lincoln Aviator). Ambos os SUVs são cerca de 26 cm mais longos que o Mustang, o que obrigará um encurtamento da plataforma ou o ganho de porte por parte do muscle-car.

Com uma base mais flexível, será possível que a Ford lance uma versão sedã/quatro portas do modelo. Há anos rumores apontam nessa direção. Pelo fato de o modelo ainda ser um Mustang, não fugiria dos planos da Ford de não ter mais carros de passeio fora o muscle-car.

Outro rumor que ronda a nova geração do Ford Mustang é sobre a chegada de uma versão híbrida de alta performance. A plataforma do Explorer permite esse tipo de layout, já disponível no SUV. Esse esportivo híbrido seria um meio-termo interessante entre o esportivo V8 e seu irmão Mustang Mach E, que é um SUV 100% elétrico.

>>Ford prepara SUV rival para o Hyundai Creta com plataforma indiana

>>Ford Territory encarará somente versões mais caras do Jeep Compass

>>Ford Mustang Mach 1 chega nos próximos meses com abuso de esportividade

Sobre o autor

João Brigato

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva