Destaque Novidades

Ford Ranger Black diesel chega por R$ 179.900 contra Hilux e S10 flex

Com foco no ambiente urbano, Ford Ranger Black entrega motor diesel com preço das concorrentes Chevrolet S10 e Toyota Hilux flex
Ford Ranger Black [divulgação]
Ford Ranger Black [divulgação]

Ampliando o mercado, a Ford Ranger Black chega ao Brasil com nível de equipamentos e preço para concorrer com as rivais flex. Mais precisamente as vítimas são Toyota Hilux SRV Flex e Chevrolet S10 LTZ Flex. Focada no uso urbano, ela tem motor 2.2 diesel, tração 4×2 e sai por R$ 179.900.

Apesar da aura de série especial, a Ranger Black é uma versão de linha da picape média. Dentro do portfólio da marca, ela fica posicionada entre a versão XLS 4×2 e a XLS 4×4. A Black se torna a versão 4×2 mais cara e mais completa da Ranger no Brasil.

Visualmente a nova variante se diferencia pela pintura preta brilhante na grade frontal, retrovisores e para-choque traseiro. Ela traz ainda o mesmo santantônio da versão topo de linha Limited, assim como o rack de teto da versão mais cara. Ela conta ainda com rodas de liga-leve de 18 polegadas exclusiva da versão Black. Não há outra opção de cor para a carroceria além do preto.

Ford Ranger Black [divulgação]
Ford Ranger Black [divulgação]
Por dentro, a Ranger Black conta com bancos revestidos em couro preto, volante com detalhe cinza e também revestido em couro. A lista de equipamentos é contemplada com ar-condicionado digital de duas zonas, câmera e sensor de ré. Há ainda 7 airbags, controle de tração e estabilidade, painel parcialmente digital e direção elétrica.

Uma das novidades (e que se estende a toda linha 2022 da Ranger) é o Ford Pass. O sistema possibilita travar e destravar as portas remotamente, acionar o ar-condicionado na temperatura anteriormente usada, localizar a Ranger, partida remota com horário agendado, alertas de funcionamento, além de checar hodômetro e autonomia.

[divulgação]
[divulgação]

Diesel com preço de flex

Mecanicamente a Ford Ranger Black é equipada com motor 2.2 quatro cilindros turbo diesel de 160 cv e 39,2 kgfm de torque. Segundo a Ford o consumo fica em 9,58 km/l na cidade e 11,29 km/l na estrada.

Transmissão automática de seis marchas é item de série, assim como a tração apenas nas rodas traseiras. Como a Ranger Black é voltada para o uso urbano, a Ford equipou a picape com um acerto exclusivo de suspensão, mais direcionado ao conforto no asfalto e boa performance na estrada.

Ford Ranger Black [divulgação]
Ford Ranger Black [divulgação]
Como comemoração ao lançamento da Ranger Black no Brasil, a Ford oferecerá aos 100 primeiros compradores três acessórios grátis. O pacote inclui capota marítima elétrica com fechamento por chave, protetor de caçamba e bolsa interna para separação de carga.

>>Ranger Storm é custo benefício para estrada e terra – Avaliação

>>Ford mais barato do Brasil, picape Ranger estreia linha 2022

>>Maverick terá versão off-road: mini Ranger Raptor?

Sobre o autor

João Brigato

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar