Destaque Especial Novidades

Genebra: Mercedes mostra sedã GT 4, seu anti-Panamera

Versão quatro portas do AMG GT vai de 0 a 100 km/h em 3,2s
Mercedes-AMG GT 63 S (divulgação)

A Mercedes-AMG é responsável por uma das principais atrações do Salão de Genebra: o GT 4. A novidade é um  “sedã-cupê” com quatro portas derivado do cupê GT, feito para disputar mercado diretamente com o Porsche Panamera.

O visual impressiona tanto pelo tamanho do carro quanto pelo design, marcado pela grade dianteira com filetes verticais, janelas laterais bem estreitas, caimento acentuado do teto (lembra o rival Panamera) e lanternas que ocupam boa parte da traseira. Por dentro, há uma mescla do AMG GT cupê com o Classe S, isso tanto pelo console central e painel formado por duas generosas telas – na versão “de entrada”, a instrumentação é analógica.

Mercedes-AMG GT 63 S (divulgação)

Em relação a motorização, o Mercedes-AMG GT 4 contará com três opções. A configuração GT 53 4Matic+ traz motor seis cilindros em linha 3.0 turbo litros que gera 435 cv e 53 kgfm de torque, que pode ainda receber mais 22 cv e 25,5 kgfm com a ajuda do elétrico EQ Boost. Com isso, essa versão híbrida do GT 4 vai de 0 a 100 km/h em 4,5 segundos e atinge a máxima de 285 km/h.

Mercedes-AMG GT 63 S (divulgação)

Já as versões mais endiabradas dispõem de um motor V8 4.0 biturbo com dois níveis de potência, dependendo da versão. A primeira, o GT 63 4Matic+, entrega 585 cv e 81,6 kgfm, acelera de 0 a 100 em 3,4 segundos e alcança a velocidade máxima de 310 km/h. Já o modelo topo de gama GT 63 S 4Matic+ é a cereja do bolo: gera 639 cv e 91,8 kgfm, cumprindo o 0-100 km/h em 3,2 segundos e indo até 315 km/h. Todas as versões são equipadas com a mesma transmissão automática de nove marchas e tração integral.

Apesar de ser um carro para levar quatro ocupantes, o Mercedes-AMG GT 4 conta com características de carro de corrida como rodas traseiras esterçantes, freios de carbono-cerâmica e aerodinâmica ativa de acordo com a velocidade.

Veja mais:

>> Bugatti Chiron Sport é o mais caro do Salão de Genebra

>> Toyota Supra marca retorno com versão de corrida

>> Mercedes Classe C muda pouco, mas ganha painel digital

Sobre o autor

Diego Dias

Diego Dias

Comente

Clique aqui para comentar

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva