Novidades

GM encerra atividades da Holden na Austrália

Marca australiana foi responsável pelo Omega Commodore
Holden Commodore (divulgação)

A General Motors (GM) encerrou oficialmente nesta segunda-feira a marca Holden na Austrália e Nova Zelândia.

Segundo um comunicado oficial do grupo, decidiu-se que as operações da marca australiana serão totalmente desativadas em 2021.

Holden Commodore SS (divulgação)

Segundo a GM, o “motivo” seria que ela não estaria mais interessada em fabricar carros de mão inglesa – como na Nova Zelândia e Austrália. Mas a Holden também já não fabricava mais modelos próprios desde 2017.

Holden Commodore SS (divulgação)

Seu modelo mais emblemático, o Commodore, teve inúmeras versões, inclusive uma versão picape – muito comum no mercado australiano. Foi também através do Commodore que tivemos o Omega, que foi vendido aqui após o encerramento da versão nacional na década de 1990.

Holden Ute SS (divulgação)

Desde 2017, a Holden tem vendido apenas modelos oriundos de outras marcas da GM, como o GMC Acadia, o Chevrolet Equinox e o Opel Astra e Insígnia – com o logo da marca australiana. Mesmo com o fim da marca, a GM garante manutenção e peças de reposição por pelo menos 10 anos.

Veja mais:

>> Chevrolet Equinox traz visual renovado nos EUA

>> Chevrolet não estará no Salão do Automóvel 2020

>> Chevrolet confirma novo SUV para o Brasil

Sobre o autor

Kleber Silva

Kleber Silva

Comente

Clique aqui para comentar

Encontre peças e acessórios





Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva