Novidades

GM retoma ritmo normal de produção nas fábricas

Plantas de São Caetano do Sul, Gravataí e Joinville estavam paradas para modernização
Linha de montagem da fábrica de Gravataí (RS) (divulgação)

A General Motors (GM) retomou a produção normal em três fábricas do Brasil depois de cinco semanas. As fábricas de Gravataí (RS), São Caetano do Sul (SP) e Joinville (SC) estavam paralisadas por conta de obras de ampliação e modernização das linhas de montagens de automóveis e motores.

O movimento de expansão das fábricas é resultado do investimento de R$ 13 bilhões da GM no país até o ano de 2020. A modernização dos complexos industriais tem um belo motivo: a preparação para receber uma nova família de veículos que, segundo rumores da imprensa, será composta pela próxima geração do Onix e um novo SUV compacto mais competitivo que o Tracker.

Chevrolet Onix Advantage (divulgação)

As fábricas passaram a ter o conceito de indústria 4.0, que incluem prensas modernas, solda a laser, novo sistema de montagem de motor e transmissão, novas injetoras plásticas, novo processo de funilaria e novo transportador de veículo na linha de montagem.

“A estrutura fabril da empresa passa a incorporar os conceitos de manufatura 4.0, os mais avançados do mundo, numa ação arquitetada em conjunto com nossos parceiros e fornecedores”, explica Luiz C. Peres, vice-presidente de Manufatura da GM América do Sul.

Atualmente, a planta de Joinville é responsável pela produção de motores e cabeçotes, enquanto o complexo de Gravataí produz Onix e Prisma. Em São Caetano do Sul (SP) são montados Cobalt, Spin e Montana. Para se ter ideia, essas fábricas concentram 75% das vendas de modelos Chevrolet no Brasil.

Veja mais:

>> GM amplia fábrica de motores em Joinville (SC)

>> Chevrolet chega a 15 milhões de veículos produzidos no Brasil

>> Chevrolet Onix 2018 ganha versão Advantage automática

Sobre o autor

Diego Dias

Comente

Clique aqui para comentar