Destaque Racing

Leclerc erra, Max vence e coloca mão na taça no GP da França

Batida de Leclerc enquanto liderava pode ter sido o golpe final em suas chances de título, já que Verstappen disparou na ponta do campeonato
Binotto consola Leclerc após batida [divulgação]
Binotto consola Leclerc após batida [divulgação]

Leclerc errou e bateu enquanto liderava o GP da França. A batida do piloto da Ferrari aconteceu na volta 18, quando seu carro rodou e só parou ao colidir nas barreiras de pneus. Nem mesmo as listras azuis do circuito de Paul Ricard evitaram a batida, que resultou em mais um abandono do monegasco na temporada.

Se antes a situação de Charles Leclerc já era complicada, agora com mais este GP sem pontos, se tornou praticamente impossível. O erro do piloto deu a vitória de bandeja para Max Verstappen, que levou seu Red Bull sem maiores dificuldades para vencer mais uma vez na temporada e disparar na ponta da tabela.

Agora, o holandês lidera com 233 pontos contra 170 de Leclerc. Para piorar, Sergio Perez, companheiro de Max, vem logo atrás com 163 pontos. Ou seja, Leclerc está mais perto do terceiro colocado do que do líder, já que Max tem 63 pontos a mais que o monegasco.

Max Verstappen no GP da França [divulgação]
Max Verstappen no GP da França [divulgação]

Erro de Leclerc já faz Max bicampeão?

O GP da França foi o 12º dos 22 programados para este ano. Com isso, a F1 já passou da metade da temporada. Restam mais 242 pontos para serem disputados – considerando os 25 pontos da vitória, o ponto extra da volta mais rápida e os oito pontos para o vencedor da corrida Sprint que será disputada em Interlagos.

Dessa forma, Leclerc precisa ser praticamente perfeito nas nove corridas que ainda restam, enquanto que Max já pode começar a pensar em administrar sua vantagem. Por conta deste cenário, é muito difícil que o holandês perca o campeonato. Desde que o sistema atual de pontuação foi introduzido, nenhum piloto conseguiu reverter tamanha desvantagem faltando só nove etapas.

Max Verstappen no GP da França [divulgação]
Max Verstappen no GP da França [divulgação]

Hamilton desidratado 

Lewis Hamilton conseguiu seu melhor resultado na temporada de 2022, ao chegar em 2º com seu Mercedes. E como este foi o seu 300º GP, o heptacampeão estava radiante após a prova. Porém, o inglês passou por um grande perrengue ao ficar sem água em uma das corridas mais quentes do ano, com a temperatura da pista superando os 60ºC.

Hamilton reclamou um pouco da situação após a prova, mas celebrou o bom resultado. Sem contar que seu companheiro, o também inglês George Russell, foi o terceiro, conquistando o primeiro pódio duplo para a Mercedes em 2022, comprovando a evolução do carro na temporada. 

Lewis Hamilton no GP da França [divulgação/Fotos Públicas]
Lewis Hamilton no GP da França [divulgação/Fotos Públicas]

Top 10

1º- Max Verstappen – Red Bull (25 pontos)

2º- Lewis Hamilton – Mercedes (18 pontos)

3º- George Russell – Mercedes (15 pontos)

4º- Sergio Perez – Red Bull (12 pontos)

5º- Carlos Sainz – Ferrari (11 pontos)*

6º- Fernando Alonso – Alpine (8 pontos)

7º- Lando Norris – McLaren (6 pontos)

8º- Esteban Ocon – Alpine (4 pontos)

9º- Daniel Ricciardo – McLaren (2 pontos)

10º- Lance Stroll – Aston Martin (1 ponto)

*Sainz recebeu o ponto extra por ter feito a volta mais rápida da corrida

>> Conheça o VW Fusca moderno que custa mais que uma Ferrari

>> GP da França: para que servem as listras azuis de Paul Ricard?

>> BMW pode voltar à F1 em parceria com a McLaren

Sobre o autor

Leo Alves

Comente

Clique aqui para comentar