Destaque Novidades

Honda Civic 2022 ficou maior, mais econômico, mais potente e careta

Honda diz que novo Civic é focado no ser humano e não na máquina, mas seguiu a tradição de alternar entre uma geração ousada e uma careta
Honda Civic 2022 [divulgação]
Honda Civic 2022 [divulgação]

Ainda em dúvida se será produzido ou não no Brasil, o Honda Civic de 11ª geração foi finalmente revelado por completo. Produzido no Estados Unidos, o sedã médio está tecnicamente muito mais avançado que antes: ficou maior, mais seguro, mais econômico, mais potente e mais careta.

Seguindo a tradição da Honda de alternar entre uma geração bastante ousada do Civic com uma mais conservadora a fim de roubar o público do Toyota Corolla, o sedã médio está mais contido visualmente. A marca japonesa seguiu a filosofia das primeiras gerações do modelo, em que privilegia mais o ser humano e menos a máquina

Prova disso é que o Civic 2022 tem linhas menos marcadas por toda carroceria, além de ter aberto mão dos cromados. A dianteira tem grade frontal pequena que conecta as duas metades dos faróis – que passam a ser full-LED em todas as versões. A abertura de ar trapezoidal central é o maior ponto de ousadia na dianteira.

Honda Civic 2022 [divulgação]
Honda Civic 2022 [divulgação]
Para deixar o capô mais longo e o Civic com menos cara de cupê, a Honda recuou a base do para-brisa em 5 cm, deixando-o menos inclinado. A linha de cintura é mais baixa e menos marcada que antes. Além disso, o vidro traseiro ficou menos inclinado e a tampa do porta-malas mais reta, dando uma cara de sedã tradicional.

Novas lanternas agora se dividem entre a lateral e a tampa do porta-malas – o desenho faz lembrar bastante o Accord em escala reduzida. Em relação ao atual Civic produzido no Brasil, o modelo 2022 ficou 3,3 cm mais longo, ganhou entre-eixos esticado em 3,5 cm e ficou 1,27 cm mais largo. Além disso, a Honda ampliou a rigidez estrutural da carroceria em 13%.

Honda Civic 2022 [divulgação]
Honda Civic 2022 [divulgação]

Mais potente e mais econômico

Mecanicamente pode até parecer que o Civic não passou por alterações, mas há novidades sim. Tal qual no Brasil, o Civic de décima geração é oferecido lá fora com motor 2.0 quatro cilindros aspirado de 155 cv e 1.5 quatro cilindros turbo de 173 cv. A nova geração subiu a cavalaria e desceu o consumo de combustível.

O modelo 2.0 foi a 158 cv e o turbo agora entrega 180 cv. Para ajudar na economia de combustível, a Honda fez alterações no câmbio CVT que agora simula marchas o tempo todo. Em frenagens, há efeito de freio motor com elevação da rotação do motor para diminuir o esforço nos freios.

Honda Civic 2022 [divulgação]
Honda Civic 2022 [divulgação]
Como resultado, as versões 2.0 agora tem média de 14 km/l na cidade e 17,8 km/l na estrada. Já o Civic Touring 2022 bate os 13,1 km/l na cidade e 16,1 km/l na estrada. Vale lembrar que nos EUA o Civic bebe apenas gasolina e o combustível de lá tem mais qualidade que o nosso, o que faz com que ele seja mais econômico.

Abelhas

Nessa filosofia de concentrar os esforços nos passageiros e não no carro em si, a Honda deixou a cabine do novo Civic mais sofisticada. Ela é minimalista, com visual horizontalizado e poucos elementos chamativos. Não há matérias como black piano que deixam marcas dos dedos, já que a marca quis praticidade na cabine.

Honda Civic 2022 [divulgação]
Honda Civic 2022 [divulgação]
Uma faixa em estilo colmeia integra todas as saídas de ar e cria um ambiente mais moderno. O novo Civic ainda tem central multimídia de 7 polegadas em todas as versões, exceto a Touring que ganha tela de 9 polegadas (a maior já instalada em um Honda). Há painel parcialmente digital para os modelos 2.0, enquanto o turbo usa um cluster full-digital.

Produzido nos EUA, o Honda Civic 2022 será exportado para outros países em breve. Aqui no Brasil a nova geração ainda é dúvida, mas a Honda não deverá descartar um modelo tão icônico quanto o Civic em nosso mercado. Mas sua venda no Brasil, como importado ou nacional, ainda é dúvida.

Honda Civic 2022 [divulgação]
Honda Civic 2022 [divulgação]

>>CR-V Touring 2021 chega discretamente ao Brasil por R$ 264.900  

>>City e Yaris Sedã passam de R$ 100 mil em São Paulo

>>Honda sobe preço de Civic e HR-V passa dos R$ 150 mil

Sobre o autor

João Brigato

João Brigato

16 Comentários

Clique aqui para comentar