Destaque Novidades

Hyundai mata o Veloster e versão americana do HB20S

Adeus Hyundai Veloster em todo o mundo e goodbye Accent nos EUA – enquanto isso, Brasil se prepara para a chegada do novo HB20
Hyundai Veloster [divulgação]
Hyundai Veloster [divulgação]

Os escritórios da Hyundai andam bastante movimentados nos últimos dias. Enquanto ainda lida com o vazamento do novo HB20 2023 no Brasil e prepara o lançamento do modelo, a marca sul-coreana matou dois carros importantes em seu portfólio. É o adeus definitivo ao Veloster no mundo inteiro e para o Accent (versão americana do HB20S) nos EUA.

O modelo que virou meme no Brasil após dizerem que ronquinho de esportivo ele tinha, mas de esportivo não tinha nada, o Hyundai Veloster entra para a história. A marca sul-coreana havia cortado boa parte das versões do modelo e mantido apenas o esportivo (de fato) N no portfólio. Contudo, nem isso foi suficiente para segurar o modelo vivo.

Diferentão, o Veloster surgiu em 2011 com a proposta de ser um hatch esportivo e com pegada de cupê. Surpreendeu pelo fato de ter três portas: uma do lado do motorista e duas do lado do passageiro. Foi somente esse modelo vendido no Brasil e trazia motor 1.6 de HB20 e pouca esportividade.

Hyundai Veloster [divulgação]
Hyundai Veloster [divulgação]
A segunda geração chegou em 2018 com visual atualizado e versões verdadeiramente esportivas, como a N que surgiu um ano depois. Essa geração nunca foi oferecida no Brasil, nem mesmo em pequenos lotes. Morreu em 2022 sem deixar sucessor, ainda que o SUV compacto Kona (na versão N) e o i30 indiretamente cumpram o seu papel.

HB20S dos EUA também morreu

Outro Hyundai que pegou a fila do INSS foi o Accent, mas somente nos EUA. Produzido no México, Rússia, Índias, Filipinas, Vietnã, Argélia e China, o modelo também atende por Verna ou Solaris. Para o mercado americano, era oferecida somente a versão sedã e usa uma versão aprimorada da plataforma do Hyundai HB20. Por isso tudo bem se pensar nele como o HB20S dos EUA.

Hyundai Accent [divulgação]
Hyundai Accent [divulgação]
No ano passado, a marca vendeu 19.614 unidades do Accent nos EUA, uma queda forte frente aos 25.628 modelos vendidos em 2019. Já em 2016, quando o mercado americano ainda comprava sedãs pequenos, ele emplacou 79.766 unidades. A marca sul-coreana justifica a morte do Accent pela alta demanda por SUVs e coloca o subcompacto Venue como substituto.

Hyundai Accent [divulgação]
Hyundai Accent [divulgação]

>>Hyundai apresenta exótico Ioniq 6 como grande rival do Tesla Model 3

>>Acabou o segredo: esse é o Hyundai HB20 2023. Adeus bagre?

>>Hyundai Creta da Kia, o Seltos, já está em 2024 com novo visual

Sobre o autor

João Brigato

Um comentário

Clique aqui para comentar

  • Perai! Esse hb20S é o mesmo que o nosso não né? Ele era vendido como accent aqui não? Parece ser maior que o hb20S nosso…

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva