Destaque Novidades

Jaguar Land Rover deve investir R$ 19 milhões em fábrica no Brasil

Ao contrário da Ford e da Mercedes-Benz que desistiram de ter uma fábrica no Brasil, o grupo Jaguar Land Rover deve ficar e investir em 2021
Land Rover Discovery Sport
Land Rover Discovery Sport [divulgação]

Não é somente uma fábrica no Brasil que se tornou bastante complicada nos últimos anos. Com Ford e Mercedes-Benz fechando plantas no país, a dúvida sobre alguns complexos com baixa produção foram alvo de dúvida sobre sua continuidade, como é o caso da planta da Jaguar Land Rover em Itatiaia, Rio de Janeiro.

Contudo, de acordo com informações obtidas pelo Automotive Business, o grupo britânico controlado pela indiana Tata não somente pretende continuar por aqui como planeja investimentos.

Land Rover Discovery Sport (divulgação)

O governo do Rio de Janeiro revelou que a Jaguar Land Rover deve anunciar investimento de R$ 19 milhões em breve em sua fábrica. É uma quantia baixa para produzir um novo modelo, mas deverá ser suficiente para aplicar algumas mudanças no Discovery Sport.

O SUV de sete lugares é, atualmente, o único carro que a Land Rover fabrica no Brasil. O Evoque chegou a ser montado em nosso país, mas a mudança de geração não justificou os investimentos locais, o que obrigou o modelo a continuar como importado.

Land Rover Discovery Sport (divulgação)

Rumores circularam sobre a fabricação do sedã médio Jaguar XE em solo nacional, mas as vendas nunca se justificaram e ele corre risco até de sair de linha lá fora. Enquanto a marca não divulga para onde todo esse dinheiro vai, o governo local luta para manter suas fábricas ativas.

Futuro de outras fábricas fluminenses 

Reuniões e conversas foram feitas entre o governo do Rio de Janeiro e representantes do grupo Stellantis em relação à fábrica de Porto Real (onde são feitos carros da Peugeot e Citroën), assim como da Aliança para a fábrica da Nissan em Resende e da Volkswagen Caminhões e Ônibus, que também fica em Resende.

Land Rover Discovery Sport (divulgação)

Vale ressaltar que Stellantis e Aliança têm planos concretos para cada fábrica no Brasil. A Citroën já prepara o terreno para o SUV subcompacto que substituirá o C3, enquanto encerra a produção do hatch compacto e da minivan aventureira Aircross.

Já a Nissan passará a produzir também carros da Renault no complexo de Resende. Não se sabe ainda se essa fábrica será a responsável pelos SUVs da Aliança ou pelos compactos, já que a função será dividida com a planta de São José dos Pinhais, de onde saem hoje os carros da Renault.

>>Ford não deixará o Brasil, só não fabricará mais carros aqui

>>Mercedes não produzirá mais carros no Brasil e fábrica fecha

>>Ford Ranger ganha versão esportiva de rua com motor da Raptor

Sobre o autor

João Brigato

João Brigato

Comente

Clique aqui para comentar

Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva