Destaque Especial Novidades

Maior e menos “careta”, novo Jetta é revelado em Detroit

Sedã terá motor 1.4 de 150 cv e novo câmbio automático de 8 marchas
VW Jetta (divulgação)

Pouco mais de um mês de revelar os desenhos do novo Jetta, a Volkswagen fez o que já tinha prometido: apresentou a sétima geração do sedã médio por completo no Salão de Detroit, nos Estados Unidos.

Assim como as projeções já adiantavam, o novo Jetta traz desenho mais esportivo do que a geração anterior, criticada pelo estilo um tanto sóbrio — a qual já era mais conservadora do que o modelo de 2010. A sétima geração do Jetta agora é baseada na plataforma MQB, a mesma utilizada pelo Golf.

VW Jetta (divulgação)

Isso quer dizer que o modelo está, segundo a Volks, com maior espaço interno, com melhores números de consumo de combustível e maior capacidade para receber os mais modernos recursos de tecnologia. Para se distanciar do Virtus, a sétima geração do Jetta ficou maior em todas as medidas: ele tem 4,70 m de comprimento (4,3 cm a mais), 1,73 m de largura (+ 2,1 cm), 1,45 m de altura (+ 0,6 cm), enquanto o entre-eixos ganhou outros 3,5 cm, passando para 2,68 m.

VW Jetta (divulgação)

Visualmente, o novo Jetta tem visual que mescla Passat e Virtus. A dianteira traz capô curvo e cheio de vincos, faróis de led em “C” integrados à grade (mais larga), enquanto as laterais possuem janela espia e um vinco ascendente que termina nas lanternas. Na traseira a tampa do porta-malas tem spoiler integrado e está mais curta, e a lanterna tem “um quê” de Virtus e Audi A4. No geral, o Jetta adotou a nova moda de perfil cupê usada atualmente entre os sedãs.

É na cabine que estão as maiores mudanças, vide o painel de desenho horizontal e com central multimídia voltada ao motorista e em posição mais elevada. Aparentemente, há o uso de melhores materiais de acabamento, além de iluminação ambiente em 10 cores e, claro, a adoção do novo painel de instrumentos digital configurável nas versões topo de linha.

Debaixo do capô, a Volkswagen confirmou que o Jetta terá o 1.4 TSI de 150 cv e 25,4 kgfm de torque, com opções de câmbio manual de seis marchas ou a inédita caixa automática de oito velocidades para o mercado norte-americano.

Entre os equipamentos, ele terá como destaque a frenagem autônoma de emergência, alerta de ponto cego, assistente de permanência em faixa, controlador de velocidade adaptativo, entre outros.

O novo Jetta estará à venda a partir do segundo trimestre nos Estados Unidos, sendo que no Brasil o seu lançamento ainda não foi confirmado — porém, não seria surpresa se o sedã fosse lançado por aqui no Salão do Automóvel deste ano, em novembro.

Veja mais:

>> Civic 2018 agora tem multimídia em todas as versões

>> Volkswagen revela Virtus, o sedã do Polo

>> Avaliação: Audi A3 2.0 Ambition, um sedã esportivo discreto

Sobre o autor

Diego Dias

Diego Dias

Comente

Clique aqui para comentar

Encontre peças e acessórios





Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva

Error: Access Token is not valid or has expired. Feed will not update.
This error message is only visible to WordPress admins

There's an issue with the Instagram Access Token that you are using. Please obtain a new Access Token on the plugin's Settings page.
If you continue to have an issue with your Access Token then please see this FAQ for more information.

Instagram

Jocar