Destaque Especial Novidades

Mercedes-AMG Project One: um Fórmula 1 para as ruas

Hiperesportivo conceito foi apresentado no Salão de Frankfurt
Mercedes-AMG Project One (divulgação)

Depois de alguns teasers e muita expectativa sobre como seria o conjunto mecânico que o equiparia, o Project One foi revelado no Salão de Frankfurt. O modelo é o primeiro hiperesportivo da Mercedes-AMG (que celebra 50 anos neste ano), sendo ainda o primeiro carro de rua a usar tecnologia da Fórmula 1.

O supercarro ainda é um conceito, mas já adianta o que virá para as ruas. A Mercedes-AMG equipou o Project One com o mesmo conjunto híbrido usado pela equipe da marca na F-1. Ou seja, ele usa o V6 de 1,6 litro turbocharger que gira a 11.000 rpm combinado a outros quatro motores elétricos: um integrado ao turbocompressor, outro no motor a combustão e dois propulsores nas rodas dianteiras — que podem girar até 50.000 rpm. Detalhe: os motores elétricos podem recuperar 80% da energia da frenagem e armazenar nas baterias do supercarro.

O resultado desse aparato tecnológico? Potência superior a 1.006 cv, aceleração de 0 a 200 km/h em menos de seis segundos e máxima que ultrapassa os 350 km/h. Além do motor, outro componente originário da Fórmula 1 são as baterias de íons de lítio, que permitem o Project One rodar até 25 km apenas com os motores elétricos.

Mercedes-AMG Project One (divulgação)

Toda essa força é gerenciada por um câmbio automatizado de oito marchas desenvolvido especialmente para o supercarro, com opção de trocas manuais por meio de aletas atrás do volante. A tração é integral, com o motor a combustão enviando a força para as rodas traseiras e os motores elétricos para as rodas dianteiras.

Mercedes-AMG Project One (divulgação)

Visualmente, o Mercedes-AMG Project One lembra protótipos da WEC. A carroceria é um monocoque de fibra de carbono e tem como destaque o para-choque dianteiro com imensa entrada de ar, scoop central sobre o teto para arrefecimento do V6 1.6, asa “barbatana” posicionada sobre a tampa do motor, difusor traseiro, asa traseira ativa e escape central.  Na cabine, o estilo é minimalista, com volante inspirado na F-1, painel de instrumentos digital e bancos esportivos.

Mercedes-AMG Project One (divulgação)

O supercarro utiliza suspensão multibraço na frente e atrás, trazendo ainda rodas de 20 polegadas forjadas com fixação central calçadas com pneus 285/35 na dianteira e 335/30 na traseira.

Serão construídos apenas 275 unidades do Project One, que custarão US$ 2,7 milhões cada (R$ 8,4 milhões numa conversão direta). Segundo a marca, todas os carros foram vendidos e, inclusive, há rumores que um feliz comprador seja brasileiro.

Veja mais:

>> Project One: Mercedes-AMG mostra teaser de supercarro com mais de 1.000 cv

>> K2 Racing: o paraíso de arrancada dos superesportivos

>> Audi lança linha de peças esportivas para TT RS e R8

Sobre o autor

Diego Dias

Diego Dias

Comente

Clique aqui para comentar

Encontre peças e acessórios





Vídeo

Triumph T120 Black: uma clássica Bonneville com pegada agressiva

Instagram

Jocar